Marcia Dantas, reporter do Primeiro Impacto
Márcia Dantas, repórter do Primeiro Impacto, do SBT (Reprodução/SBT)

Jornalistas do SBT, Daniel Adjuto e Neila Medeiros tomaram partido da colega, Márcia Dantas. Ela vem sendo muito criticada nas redes sociais por sua postura durante a cobertura do massacre ocorrido em uma escola de Suzano (SP), na manhã de quarta (13).

Em um vídeo que circula na web, Márcia aparece correndo, desesperada, em busca de informações. A repórter tenta a todo custo falar com as pessoas na porta da escola, mas não tem sucesso. Além disso, o vídeo conta com um momento constrangedor. Uma moça que chorava chegou a gritar “eu não quero falar”, deixando a repórter sem ação.

Leia mais: Repórter do SBT aparece ofegante e é acusada de sensacionalismo durante cobertura da tragédia de Suzano

No Twitter, muita gente disse que a postura de Márcia foi antiprofissional. Do mesmo modo, internautas criticaram a falta de sensibilidade da repórter em meio a tragédia, bem como seu desespero frente à situação. Assista:

Jornalistas defendem Márcia Dantas

Por outro lado, Márcia foi defendida pelo colega Daniel Adjuto. Atuante no SBT Brasília, o jornalista utilizou sua conta no Twitter para justificar a postura da repórter.

“Não é vergonha. Estamos sempre suscetíveis ao ‘não’ quando tentamos – ao vivo – levar a informação da melhor maneira possível. É óbvio que o momento exige cautela e respeito, mas também estamos na adrenalina da cobertura e na ansiedade de mostrar aquele momento da melhor maneira possível”, postou.

Do mesmo modo, Neila Medeiros aproveitou a postagem para dar apoio ao colega. Segundo ela, é preciso ter empatia e se colocar no lugar dos outros, tanto dos afetados pela tragédia quanto da repórter.

Conheça nosso canal no YouTube