Boechat no Jornal da Band desta segunda (Reprodução/Band)
Boechat no Jornal da Band desta segunda (Reprodução/Band)

Estão definidos os sucessores de Ricardo Boechat no rádio e na TV. De acordo com o colunista do UOL, Ricardo Feltrin, a Band já decidiu quem substituirá o jornalista que faleceu tragicamente após um acidente de helicóptero.

Segundo Feltrin, na bancada do Jornal da Band, está definido o consultor e jornalista Eduardo Oinegue. Do mesmo modo, o âncora matinal da BandNews FM será o comunicador Eduardo Barão. Ambos possuem ampla experiência no ramo e são bem vistos pela direção da emissora.

Leia mais: Outros jornalistas que morreram tragicamente, como Ricardo Boechat

Barão comanda a primeira edição diária do Jornal BandNews, que entra no ar a partir das 5h40, de segunda a sexta. A partir da próxima semana, porém, ele assumirá uma posição maior na redação do rádio. Sendo assim, em breve começará na vaga deixada por Boechat, ainda sem definição de data.

O jornalista estará à frente do programa das 7h às 9h na transmissão nacional e até as 11h para São Paulo. Além disso, continuará apresentando o jornal
TV BandNews, que vai ao ar ao meio dia. Aos 41 anos, Barão trabalha no grupo Band há 14 anos, tanto na redação quanto em outros projetos.

Já Oinegue, por sua vez, começará na bancada do Jornal da Band em março. A posição foi ocupada por Boechat nos últimos 12 anos. Além disso, o consultor também apresentará um programa na rádio na hora do almoço.

Ricardo Boechat morre aos 66 anos

Boechat faleceu na última segunda (11), aos 66 anos, vítima de um acidente de helicóptero na Rodovia Anhanguera, em São Paulo. O jornalista retornava de palestra que havia ministrado em Campinas.

De acordo com os resultados da perícia feita pelo IML, Boechat foi a óbito em decorrência de um politraumatismo. Este, por sua vez, foi causado pela queda da aeronave e a colisão da mesma com um caminhão. Os exames não detectaram sinais de fuligem no organismo do âncora da Band. Tampouco foram encontradas doses altas de monóxido de carbono em seu sangue. Isso significa que ele teria morrido antes da exposição ao gás.

Leia mais: Dona Mercedes, mãe de Ricardo Boechat, dá depoimento emocionante sobre o filho

De acordo com o relato de uma testemunha ocular da tragédia de Boechat, o jornalista teria saltado do helicóptero ainda em movimento, pouco antes da colisão com o caminhão, numa tentativa desesperada de salvar a própria vida. O piloto da aeronave, Ronaldo Quattrucci, também perdeu a vida no desastre.

Últimos vídeos do Canal no YouTube