Cesar Tralli durante debate feito pela TV Globo
César Tralli durante debate feito pela TV Globo (Reprodução)

Na noite desta terça-feira (2), a TV Globo exibiu para o estado de São Paulo um debate realizado com os principais candidatos ao governo paulista. O formato foi comandado por César Tralli, que viveu uma situação constrangedora durante a atração.

Leia: Ana Paula Araújo surpreende e diz a César Tralli, no JN: “Feliz dia para os padrastos”

Em certo momento, os candidatos Luiz Marinho (PT) e Marcelo Cândido (PDT) pediram direito de resposta por causa de uma declaração feita por João Doria (PSDB). O jornalista informou que após análise, o direito havia sido negado.

Saiba mais: Morre irmã do jornalista César Tralli: “Não vai ser fácil ficar sem você”

Pessoas que estavam na plateia ficaram irritadas e enquanto o profissional tentava encerrar o bloco, começou a ouvir reclamações. “Silêncio, por favor. Não houve ofensa, nós vamos continuar com o debate”, disse Tralli. “O senhor é sem vergonha!”, gritou alguém que estava no auditório. César não se pronunciou sobre a ofensa e finalmente chamou os comerciais.

Assista:


César Tralli aparece em matéria antiga e se zoa: “Pior que a poluição, só meu terno”

Responsável por apresentar o SP1, jornal da Rede Globo exibido em São Paulo, César Tralli surpreendeu o público ao aparecer em uma matéria antiga feita por ele na edição do informativo do dia 21 de novembro do ano passado.

Na reportagem, o jornalista surge noticiando sobre o início do sistema de rodízio veicular na capital paulista. O enorme terno bege usado pelo famoso logo chamou atenção dele mesmo, que não resistiu e fez um comentário sobre o figurino.

“Pior do que a poluição, só aquele meu terno de 25 anos atrás”, afirmou Tralli. Sérgio Ejzenberg, comentarista de trânsito da atração, tentou minimizar. “Estava elegante”, disse o profissional.

Últimos vídeos do Canal no YouTube