Sergio Marone
Sérgio Marone (Reprodução)

Longe da TV desde que viveu recentemente o Anticristo em Apocalipse, trama bíblica escrita por Vivian de Oliveira e que fracassou na audiência, Sérgio Marone inesperadamente decidiu não renovar contrato com a Record.

Leia: Grupo Record faz lançamento do PlayPlus, app com conteúdo exclusivo, canais internacionais e acervo 

O famoso resolveu entrar no esquema de assumir vínculo contratual por obra, podendo escolher se participará ou não do que for proposto. Vale lembrar, contudo, que o famoso chegou a apresentar o Hoje em Dia e foi repórter do Dancing Brasil.

Saiba mais: Globo usa voz de âncora da Record durante o Fantástico

A saber, na TV Globo, Marone fez alguns trabalhos, como Estrela-Guia (2001), O Clone (2001), Malhação (2003), Como Uma Onda (2004), Caras & Bocas (2009) e Morde & Assopra (2011).

Sérgio Marone ameniza críticas feitas por Apocalipse, trama da Record, detonar Igreja Católica: “É ficção”

Um dos protagonistas de Apocalipse, nova novela bíblica da RecordTV, o ator Sérgio Marone comentou no Twitter as críticas que Apocalipse está sofrendo por, supostamente, criticar a Igreja Católica.

Homens vestidos com trajes semelhantes aos usados por padres da igreja católica aparecem celebrando na obra algo parecido com uma missa. “Minha realização mais astuta. São quase 1.700 anos espalhando trevas pelo mundo”, afirma o Anticristo (Sergio Marone), narrador das sequências. “Mas, é claro, tudo muito bem elaborado para parecer divino. Ah, o engano é minha especialidade”, completou na locução.

Entretanto, o próprio Marone inesperadamente respondeu e disse que tudo não passava de ficção, e que não existe essa historia de cutucar alguma Igreja ou religião contrária ao que acredita a Igreja Universal do Reino de Deus, da qual Edir Macedo, dono da Record, é líder.

“E ainda tem gente criticando a Sagrada Luz, uma das igrejas da novela, que buscou algumas referências na Igreja católica (em termos de visual como figurino e tal), por ser uma das mais poderosas, apenas. Mas isso é ficção gente”, afirmou, enfim, o ator.