Aguinaldo Silva, autor de O Sétimo Guardião
Aguinaldo Silva, autor de O Sétimo Guardião (Divulgação)

Aguinaldo Silva causou polêmica neste sábado (31) ao comentar uma declaração do comentarista e jogador Juninho Pernambucano sobre suposto preconceito do Flamengo ao escalar seus jogadores. O autor de sucessos como Senhora do Destino afirmou que, como nordestino, nunca sofreu preconceito.

“Graças a Juninho Pernambucano a turma do politicamente correto tem mais um preconceito para combater: contra os nordestinos. De saída vos digo: sou nordestino e nunca sofri preconceito por causa disso. Chega de mimimi e vitimismo”, escreveu, em seu perfil no Twitter.

O que Aguinaldo Silva não esperava era uma resposta de um de seus seguidores. O usuário (@lulumegapop) relembrou uma entrevista do autor ao jornal Folha de São Paulo, em 2005, em que afirma a existência do preconceito contra os nordestinos.

“Curioso que na época de Senhora do Destino, o senhor percebia preconceito contra nordestinos, hoje virou mimimi, ou era só marketing da época?”, questionou.

Na entrevista, o jornal Folha de São Paulo questiona o motivo de tantas agressões contra nordestinos em Senhora do Destino, quando estava originalmente no ar. “Olha, a gente vê nas ruas todo o dia. Existe muito preconceito contra nordestinos”, respondeu o autor, na época.

Até o fechamento desta reportagem, Aguinaldo Silva não havia respondido os usuários.

Entenda a polêmica

O comentarista e ex-jogador Juninho Pernambucano afirmou na sexta-feira (30), durante o Seleção SporTV, que o Flamengo não escalou o lateral-esquerdo Renê à pedido da torcida rubo-negro por conta de preconceito. “O Renê é feio, nordestino e não é amigo de ninguém. O brasileiro é preconceituoso e a torcida da massa é preconceituosa”, disse o profissional, causando revolta no clube e jogadores.