Vinicius (Flavio Tolezani) e Laura (Bella Piero) em O Outro Lado do Paraíso
Vinicius (Flavio Tolezani) e Laura (Bella Piero) em O Outro Lado do Paraíso (Divulgação/ TV Globo)

A Globo respondeu nesta quarta-feira (7), através de comunicado, as críticas que a trama de Laura (Bella Pierro) tem sofrido nas redes sociais e por especialistas, como psicólogos e coachs.

Na última segunda-feira (5), o Conselho Federal de Psicologia condenou a forma como a novela de Walcyr Carrasco tem abordado os problemas de Laura, que sofreu abuso de seu padrasto.

Veja mais: O Outro Lado do Paraíso: Pai de Laura aparece de repente e a convida para morar em São Paulo

Ela recorreu ajuda de Adriana (Julia Dalavia), que sabe técnicas de coach. O fato foi criticado pelo Conselho, que sentiu o trabalho dos psicólogos banalizados de forma bem baixa.

Além disso, escolas de coaching emitiram notas nas redes sociais criticando a abordagem de Walcyr Carrasco, afirmando que havia uma clara desconexão com a realidade.

Em comunicado, a Central Globo de Comunicação disse que queria mostrar vários tipos de ajuda, das mais ou menos ortodoxas. Por fim, a emissora diz que está previsto, ao fim de capítulos de O Outro Lado, a divulgação do Disque 100, número para qual vítimas de abuso sexual podem denunciar seus algozes.

Veja o comunicado da Globo enviado para o Observatório da Televisão: 

“As novelas são obras de ficção, sem compromisso algum com a realidade. A Globo reconhece a importância de todos os seus programas para discussões e reflexões sobre assuntos de interesse da sociedade e está atenta à responsabilidade que lhe é atribuída sobre todos os temas abordados.

O que a novela O Outro Lado do Paraíso quer mostrar com o desenvolvimento da trama da personagem Laura é o processo pelo qual passa uma pessoa que precisa de ajuda, recorrendo a diferentes e variadas formas de apoio e terapias, das mais às menos ortodoxas.

É importante reiterar, ainda, a seriedade com que a novela ‘O Outro Lado do Paraíso’ tem abordado, desde a estreia, questões relacionadas a diferentes tipos de abuso e preconceito.

Corroborando o compromisso da Globo com a sociedade, está prevista a exibição, ao final de alguns capítulos, de cartela de divulgação do Ligue 100, número oficial para denúncias de violação de direitos humanos”

Últimos vídeos do Canal no YouTube