Márcio Gomes deixa de ser correspondente da Globo; Carlos Gil vai para o Japão substituí-lo
Márcio Gomes deixa de ser correspondente da Globo; Carlos Gil vai para o Japão substituí-lo (Divulgação)

A Globo fará uma nova mudança em seus correspondentes internacionais de jornalismo a partir do mês de junho deste ano de 2018.

Correspondente da Globo em Tóquio, capital do Japão, desde janeiro de 2013, o repórter Márcio Gomes está deixando o país oriental e voltando para o Brasil.

O anúncio foi feito pelo próprio Márcio através de sua conta oficial no Twitter, na noite desta quinta-feira (25). Depois de cinco anos e meio, ele terá São Paulo como base para o seu trabalho.

Veja mais: Globo troca a direção de programas

Márcio voltará com toda a família, que também mora no país nipônico com ele. “Amigos, deixo Tóquio no fim de Junho deste ano para continuar o trabalho que tanto amo em São Paulo. Voltamos, eu e família, prontos para novos desafios, no nosso país”, afirmou.

O jornalista também anunciou o seu substituto na função: trata-se do repórter esportivo Carlos Gil, que está na emissora desde o fim dos anos 90. Gil é formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e já tem experiência fora do Brasil.

Durante os anos 2000, ele foi correspondente especial para as corridas de Fórmula 1, transmitidas pela Globo. Carlos Gil atualmente está sediado no Rio de Janeiro, onde é repórter e apresentador eventual do Globo Esporte RJ.

Além disso, ele também foi narrador da Série A do Carnaval do Rio de Janeiro recentemente, série essa que dá acesso ao chamado Grupo Especial.

Márcio Gomes tem uma história longa na Globo. Na emissora desde 1996, ele começou na Globo São Paulo e, anos depois, foi para a Globo News. Em 2000, teve uma virada na carreira e assumiu o RJTV – 1ª Edição, de onde só saiu em 2009, quando Ana Paula Araújo assumiu.

Ele também foi apresentador eventual do Jornal Nacional aos sábados por muito tempo, só saindo em 2013, quando foi justamente trabalhar no Japão.