Superpop explorou o caso Naldo nesta quarta e deixou Ana Paula Renault de lado
Superpop explorou o caso Naldo nesta quarta e deixou Ana Paula Renault de lado (Reprodução/RedeTV!)

De olho em conquistar uma boa audiência nesta noite e aproveitando o calor dos fatos, o Superpop, apresentado por Luciana Gimenez na RedeTV!, fez uma mudança repentina e sem aviso na sua pauta.

Segundo divulgou a emissora de Osasco, nesta quarta (6), a ex-BBB Ana Paula Renault iria participar do quadro Porta da Fama, onde personalidades comentam suas polêmicas com outros famosos.

Veja mais: Bolsonaro divulga notícia falsa de vitória da RedeTV! contra Globo pelo Superpop


Porém, o programa mudou o foco da noite. O Superpop decidiu explorar a prisão do cantor Naldo, que foi detido por porte ilegal de arma também nesta quarta e que foi denunciado por agredir sua esposa, Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho.

Por conta da agressão, a Justiça expediu um mandado que obriga ele a ficar longe de Moranguinho, num raio de 100 metros. Se desobedecer, ele volta para a cadeia.

A cobertura do Superpop envolveu a funkeira Mulher Filé, jornalistas do meio de celebridades, além de uma juíza especialista em direito criminal. Além disso, uma repórter, diretamente da delegacia onde Naldo ficou preso, deu informações atualizadas sobre o ocorrido.

Segundo apurou o Observatório da Televisão, a mudança de pauta foi tão repentina, que Ana Paula Renault foi avisada que não entraria quando já estava na RedeTV!, esperando para entrar no palco de Luciana Gimenez, e com o programa já no ar.

Pelo Twitter, Ana Paula avisou seus seguidores e pediu desculpas. “Pois é, gente. Não vai mais rolar o Porta da Fama”, disse a ex-BBB. No fim do Superpop, Luciana Gimenez pediu desculpas para Ana Paula e a convidou para fazer o programa especial em outra ocasião.

Nesta quarta, enquanto explorava o caso Naldo, o Superpop marcava números na casa dos 3 pontos de audiência na Grande São Paulo, números bons para os padrões da RedeTV!.