O Outro Lado do Paraíso: Juca de Oliveira justifica tramoias de Natanael e diz que ele vê algo de nebuloso em Beth

O Outro Lado do Paraíso
Natanael (Juca de Oliveira) e Bete (Gloria Pires) em O Outro Lado do Paraíso (Divulgação/ TV Globo)

Agindo de forma minimamente discutível contra a nora, Natanael ganhou um defensor de peso, o próprio intérprete do personagem, em O Outro Lado do Paraíso. Juca de Oliveira explicou por que o pai de Henrique (Emilio Mello) agiu tão vorazmente contra a mulher de seu filho, Elizabeth (Glória Pires).

Em entrevista ao jornal Extra, ele conta que vê a situação por outro ângulo. “Não analiso pelo ponto de vista ético, mas pelo do personagem. Ele ama o filho e quer o melhor para ele, principalmente, na profissão. Ao ver que Henrique está prestes a se tornar embaixador em Londres, Natanael teme que a nora, que ele nunca achou adequada para o filho por ser simples e sem muita cultura, prejudique sua ascensão. Por isso, ele se opõe a ela”.

Veja também: “Eu sou muito grata, porque fome eu nunca passei”, afirma Narjara Turetta sobre problemas financeiros


Oliveira explica, ainda, à publicação, que o personagem vê “algo de nebuloso no caráter” de Elizabeth. Porém, questionado se não é muito cruel forçá-la forjar a própria morte, ele foi objetivo na resposta.

“Não há outro jeito. Seria a ruína profissional de Henrique se viesse à tona que a mulher dele, em sua ausência, estava com um amante, que morreu ao cair da escada. Então, para salvaguardar o filho e a neta, Natanael a faz ver que a única alternativa é ela [supostamente] morrer em um acidente. Na visão dele, não há maldade, mas um profundo zelo pelo filho”, justifica.