MP inocenta Globo de denegrir imagem da PM de São Paulo em cena de Malhação

Cena de maio com PM destratando casal em Malhação Viva a Diferença
Cena de maio com PM destratando casal em Malhação Viva a Diferença (Reprodução/Globo)

O Ministério Público Federal, através da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, inocentou a Globo e a novela Malhação: Viva a Diferença, de denegrirem a imagem da Polícia Militar de São Paulo, por conta de uma cena exibida no dia 30 de maio.

Na cena, um policial militar aborda o personagem Anderson (Juan Paiva) andava de moto com a sua namorada, Tina (Ana Hikari), uma das protagonistas da trama. Ele é negro e pobre, enquanto ela é rica, branca e tem ascendência oriental.

Veja mais: Malhação: Produzida, Benê chama atenção na festa promovida por Lica


Por causa disso, uma blitz da PM aborda o casal, achando que Anderson estaria sequestrando Tina. O policial faz falas racistas e tem comportamento parcial, ameaçando até de prender os dois por conta disso.

Representações feitas por duas denúncias civis, além de uma representação do Major Olímpio, deputado federal e oficial da reserva da PM paulista fizeram o Ministério Público investigar se a Globo havia desrespeitado a corporação.

Na época, a PM de São Paulo também enviou um comunicado para toda a imprensa repudiando a cena, afirmando que Malhação: Viva a Diferença generalizou algo que é pontual.

Com base na cópia do programa e da cena, o relator do caso, o promotor Paulo Thadeu Gomes da Silva, decidiu pelo arquivamento da denúncia, inocentando a Globo da acusação de denegrir a imagem da PM paulista.

Para Paulo, “a mera veiculação de uma cena em um programa ficcional de imagens de personagens policiais fardados em representação de atos ilícitos, não justifica a intervenção ministerial, não se observando, no caso, grave colisão de direitos fundamentais a justificar a requerida restrição ao direito de liberdade de expressão em sua forma artística”.

Por um placar de 3 a 0 no julgamento do arquivamento, a Globo foi inocentada de forma inanime do caso. O julgamento do caso ocorreu no fim de setembro, mas só agora a decisão do arquivamento foi homologada.

Atualmente, Malhação: Viva a Diferença é a fase com maior audiência da novelinha na década, marcando 20 pontos de audiência na Grande São Paulo. Ela fica no ar até março de 2018.