Depois de aconselhar mães solteiras, apresentadora de TV é condenada à prisão, no Egito

Apresentadora egípcia Doaa Salah é condenada à prisão
Apresentadora egípcia Doaa Salah é condenada à prisão (Reprodução / Internet)

Uma apresentadora de TV egípcia foi condenada a três anos de prisão depois de ser acusada de “incitar a imoralidade”. Doaa Salah deu conselhos para telespectadoras que querem ter filhos sem maridos.

Ela teria dito que mulheres poderiam se relacionar com homens com a intenção de engravidar, ter o filho e se divorciar. A apresentadora do canal An-Nahar também teria falado sobre inseminação artificial.

Veja também: Participante sarado tira tudo, nada nu e fica sem sunga, no Exathlon Brasil; veja


Todos esses conselhos de Doaa não considerados imorais pela conservadora sociedade egípcia. Ela, contudo, ainda não foi presa, já que recorreu da decisão do tribunal do Cairo e pagou fiança.