Com futebol inglês, ESPN Brasil marca mais Ibope que São Paulo e Vasco no SporTV

Morata comemora gol do Chelsea contra United, em jogo que fez ESPN Brasil bombar
Morata comemora gol do Chelsea contra United, em jogo que fez ESPN Brasil bombar (Divulgação/Chelsea)

Evento de exibição exclusiva na ESPN Brasil, a Premier League, liga de futebol da Inglaterra, fez a emissora esportiva da Disney atingir grandes índices de audiência no último domingo (5).

Com a exibição de uma rodada dupla de clássicos, com Manchester City x Arsenal, às 12h, e Chelsea x Manchester United, às 14h30, o canal conseguiu grandes números.

Veja mais: ESPN Brasil contrata jornalista russo para auxiliar na cobertura da Copa do Mundo


O destaque foi para Chelsea e United. Com narração de Rogério Vaughan e comentários de Gustavo Hofman, e vitória do Chelsea por 1 a 0, a partida foi o maior Ibope de uma partida de futebol inglês na história da TV brasileira, segundo dados confirmados pelo ESPN Brasil.

Além disso, o canal foi líder geral da TV por assinatura e, consequentemente, entre os canais esportivos. Mas o verdadeiro feito foi que o clássico inglês marcou mais que partidas do futebol brasileiro.

Segundo apurou o Observatório da Televisão, o jogo teve mais Ibope que São Paulo x Atlético-GO e Vasco x Vitória, partidas do Campeonato Brasileiro exibidas no último fim de semana pelo SporTV.

O jogo também conseguiu mais números que os tradicionais times estrangeiros campeões de audiência na TV paga: Barcelona, que jogou contra o Sevilla e teve a partida transmitida pela ESPN, e Real Madrid, que foi exibido pelo Fox Sports, em partida contra o Las Palmas.

Já a primeira partida, que terminou com goleada do City para o Arsenal por 3 a 1, conseguiu liderar também na TV paga, mas ficou no TOP 5 das maiores audiências da história do futebol inglês no Brasil.

Neste ano, a Premier League está em franco crescimento. Em relação a temporada passada, os jogos cresceram em média 49% na audiência, algo que alegra a ESPN.

Os números são consolidados e refletem a preferência de um seleto grupo de telespectadores nas 15 principais metrópoles do Brasil.