Afiliada da Globo em Sergipe é vendida para grupo dono de canal global em Minas Gerais

TV Sergipe e TV Globo
TV Sergipe e TV Globo (Reprodução)

A TV Sergipe, afiliada da Globo no menor estado do Brasil, tem novo dono. Antes pertencente somente ao ex-governador do estado, Albano Franco, agora ela terá também capital do Grupo Integração, dono da TV Integração, afiliada global no interior de Minas Gerais.

Segundo apurou o Observatório da Televisão, o Grupo Integração comprará metade das ações da emissora, por um valor de negócio estimado em R$ 48 milhões. O negócio inclui também a FM Sergipe, rádio também pertencente à Família Franco.

A princípio, o Grupo Integração comprará metade das ações da emissora, com os Franco ficando com a outra metade. As decisões na TV devem ser decididas meio a meio, mas com a prioridade na consultoria para o grupo mineiro.


O comunicado oficial sobre a compra deverá ser divulgado ainda nesta sexta-feira (1), no mais tardar até a próxima segunda-feira (4). A notícia foi impactante para muitos trabalhadores do canal, mas não exatamente surpreendente.

A ideia do ex-governador vender a à emissora já vinha de algum tempo. O primeiro ponto é a crise de investimentos que a TV Sergipe/Globo tem vivido nos últimos anos.

Globo inaugura nova sede luxuosa em Recife; veja

Desde 2015, uma série de demissões vinha ocorrendo, como a extinção do núcleo de entretenimento, que produzia o programa Combinado – sua execução e produção foram terceirizadas e o programa continua no ar com tempo diminuto nas tardes de sábado.

Além disso, projetos como a troca de cenário dos telejornais locais da emissora – Bom Dia Sergipe, SETV1 e SETV2 – foram adiados por conta da falta de recursos.

Nesta quinta-feira (31), por exemplo, um dos mais experientes repórteres da casa, o jornalista Carlos França, foi dispensado, algo que lamentou bastante em sua página no Facebook.

O segundo ponto é de administração. Ninguém na família Franco tem se interessado em gerenciar ou administrar a televisão, que vinha trazendo problemas financeiros para os Franco nos últimos tempos. Inspirada na Rede Bahia, parceira da Globo no estado vizinho, a família Franco procurou um sócio para o negócio – mas não se descarta, nem de longe, vender a totalidade do canal.

Na Bahia, a Rede Bahia/Globo é da família Magalhães, mas 30% das ações são do Grupo EPTV, dona de emissoras filiadas a Globo no interior de São Paulo.

O Grupo Integração é um dos mais confiáveis grupos de comunicação ligados a Globo no Brasil. Atualmente, são donos da TV Integração, emissora filiada ao canal carioca na região sul de Minas Gerais, sendo elogiada pela própria rede por sua estrutura e qualidade de programação.

A Integração já tinha intenção de investir no Nordeste, e num primeiro momento, queria comprar a TV Mirante, filiada da Globo no Maranhão, pertencente a folclórica família Sarney. No entanto, as altas dívidas afastaram a compra. Agora, o investimento será em infraestrutura e contratação de pessoal em Sergipe.