Anos Rebeldes
Anos Rebeldes (divulgação)

No dia 14 de julho de 1992 a Globo colocou no ar a minissérie Anos Rebeldes. Escrita por Gilberto Braga, a trama era livremente Inspirada nos livros 1968 – O Ano que Não Terminou, de Zuenir Ventura, e Os Carbonários, de Alfredo Sirkis, e tinha Malu Mader, Claudia Abreu e Cássio Gabus Mendes como protagonistas.

Anos Rebeldes tratava dos “anos de chumbo” do Brasil, retratando a política nacional nos tempos da Ditadura Militar. A trama é centrada no romance entre os jovens Maria Lúcia (Malu Mader) e João Alfredo (Cássio Gabus Mendes), mostrando a trajetória deles e de um grupo de amigos do tradicional Colégio Pedro II de 1964, quando se instala a Ditadura no país, até 1985, início da abertura política.

Maria Lúcia e João Alfredo se apaixonam em meio a este contexto político conturbado. No entanto, o relacionamento deles é diretamente afetado pelos acontecimentos, já que o pai de Maria Lúcia, Orlando Damasceno (Geraldo Del Rey), é membro do Partido Comunista, e sempre colocou seus ideais à frente de sua família. Por isso, Maria Lúcia cresceu traumatizada, tornando-se individualista e um tanto alienada. Já João Alfredo é um jovem engajado e preocupado com a situação do país, e Maria Lúcia reconhece nele características de seu pai. Por isso, não consegue se entregar a este amor. Já Edgar (Marcelo Serrado), melhor amigo de João Alfredo, é mais parecido com Maria Lúcia, ou seja, não se preocupa muito com a política nacional. Ele também se apaixona pela jovem, formando um triângulo amoroso.

Na efervescência da Ditadura, João Alfredo entra para a luta armada, separando-se definitivamente de Maria Lúcia. Assim, ela acaba se casando com Edgar, enquanto João Alfredo é obrigado a sair do país quando começa a ser perseguido pela Ditadura. Lutando ao lado de João Alfredo contra a Ditadura está a jovem Heloísa (Claudia Abreu), uma menina rica e mimada que se transforma ao se revoltar contra o contexto político. Ela é filha do banqueiro Fábio Brito (José Wilker), que ajudou a financiar o golpe de 1964.

Anos Rebeldes é uma espécie de “irmã” de Anos Dourados, outra minissérie de Gilberto Braga. Nesta, o autor contava uma história de amor em meio aos glamourosos anos 1950, e também contava com Malu Mader como protagonista. Em entrevistas, o autor Gilberto Braga afirmou que, após concluir Anos Dourados, foi “cobrado” por muitos a fazer uma outra minissérie histórica, porém colocando o contexto político da época em primeiro plano. Foi assim que nasceu Anos Rebeldes.

Pouco tempo antes de sua estreia, Anos Rebeldes teve alguns capítulos reescritos. Isso porque Boni, então o todo-poderoso da Globo, achou que Gilberto Braga estava exagerando na parte política e deixando o romance de lado. “Na sinopse que aprovei, a revolução de 68 aparecia como pano de fundo de uma história de amor. Além disso, se eu quisesse uma minissérie política teria feito a encomenda a outro autor. O Gilberto é um mestre em contar histórias sobre o sentimento e o cotidiano das pessoas”, justificou o diretor da Globo.

Um grande sucesso de 1992, Anos Rebeldes foi, curiosamente, exibida em meio a um período político igualmente efervescente. Durante a exibição da minissérie, estudantes foram às ruas pedir pelo impeachment do então presidente da República, Fernando Collor de Mello. Os “cara-pintadas”, como ficaram conhecidos os manifestantes, costumavam cantar “Alegria Alegria”, de Caetano Veloso, a música-tema da abertura da minissérie. Collor deixou a presidência um mês e meio após a exibição da obra.

Com 20 capítulos, Anos Rebeldes foi escrita com colaboração de Sérgio Marques, Ricardo Linhares e Ângela Carneiro; tendo direção de Dennis Carvalho, Ivan Zettel e Silvio Tendler, com direção-geral de Dennis Carvalho. Foi reprisada pela emissora em 1995, em 16 capítulos, dentro do Festival 30 anos da TV Globo; em 2005, pelo canal Multishow, em comemoração aos 40 anos da Rede Globo; e também no canal Viva. A minissérie também foi lançada em DVD.

Leia também:

Há três anos, Globo apostava em nova versão de O Rebu

Assista ao webdoc sobre Anos Rebeldes, produzido pelo Memória Globo:

https://www.youtube.com/watch?v=0qFX9vvzkdI

 

Últimos vídeos do Canal no YouTube