Rodrigo Lombardi
Rodrigo Lombardi (Divulgação)

Depois de anunciar que, por incompatibilidade na agenda não seria possível dar vida ao juiz Sérgio Moro na série da NetflixPolícia Federal: A Justiça É Para Todos“, Rodrigo Lombardi reviu a decisão e aceitou o personagem. As informações são do jornal O Estado de SP.

Lombardi não foi o único global escalado para estrelar o thriller sobre a mega operação que investiga escândalos de corrupção na Petrobrás.

Rainer Cadete interpretará Deltan Dallagnol, Werner Schümann será o diretor-geral da PF, Leandro Daiello, Antonio Calloni dará vida ao delegado Igor de Paula, coordenador da força-tarefa e, por fim, Flávia Alessandra viverá a delegada Érika Marena.

Encontra-se em aberto ainda uma vaga para dar vida ao ex-presidente Lula. Não foi revelado se outros políticos investigados, como os senadores Aécio Neves e Renan Calheiros, serão citados na série.

As gravações terão início no dia 16 de novembro. Essa será a segunda série com produção brasileira gravada pelo canal de streaming – anteriormente, eles produziram “3%”.

A direção garante que será uma produção imparcial.

 

Últimos vídeos do Canal no YouTube