Rodrigo Sant’Anna rebate críticas sobre atuação na Escolinha do Professor Raimundo

Rodrigo Sant'anna - Batista (Eliezer Motta)
Rodrigo Sant'anna como Batista

Em entrevista ao portal iG, Rodrigo Sant’Anna comentou as críticas que recebeu por conta de sua atuação como Batista na Escolinha do Professor Raimundo – Nova Geração.

Os comentários diziam que ele deu um tom homossexual ao papel. “As referências que uso são do próprio texto, não mudei nada. A gente tem uma nova geração assistindo, e essa geração vê com esses olhos uma relação de admiração tão forte entre homens. E ainda tem o meu histórico com personagens como a Valéria (do extinto ‘Zorra Total’), que pode acabar dando essa impressão”, falou ele.

Depois da separação de William Bonner, Fátima Bernardes é vista jantando com amigos


Rodrigo afirmou que não teve como foco repetir os trejeitos utilizados por Eliezer Motta na versão original. “Não sou imitador nem possuo o talento de imitar, tentei reproduzir a maneira, a cadência do personagem”, explicou.

O ator também confessou que sentiu medo ao ser convidado para o programa: “Quando me chamaram pra fazer eu estava com tanto cagaço, um receio que nem mensurava! Mas assim que terminei de gravar vi que ficou muito bacana. Quando foi para o ar, então, adorei. Ninguém esperava que o programa fosse tão bem recebido, a fórmula que mais deu certo”.