Fãs se emocionam com cenas de Santo sem Domingos Montagner na novela Velho Chico

Fãs se emocionam com cenas de Santo sem Domingos Montagner na novela Velho Chico
Domingos Montagner

Tocante e arrepiante. Essas foram algumas palavras usadas para definir a emoção que muitos telespectadores e internautas sentiram nas cenas de Santo (Domingos Montagner) na novela Velho Chico.

Após a trágica morte do ator, a equipe da novela decidiu manter suas cenas finais, usando uma câmera subjetiva e algumas falas para garantir a presença do personagem na história.

Embora tenha causado estranheza em um primeiro momento, o recurso foi bem aceito e elogiado. O tema principal do capítulo dessa segunda foi o casamento de Olívia (Giullia Buscacio) e Miguel (Gabriel Leone), que interagiram normalmente com Santo, mas só o plano deles foi mostrado.


Em outra cena muito emocionante, Bento (Irandhir Santos) falava com Santo, feliz com a cerimônia dos sobrinhos. Outro detalhe que muita gente se atentou foi a expressão abatida de Camila Pitanga, que presenciou o afogamento de Domingos, mas, mesmo com a dispensa da Globo, voltou a gravar a trama como forma de homenagear o amigo.

A novela foi o assunto mais comentado no Twitter durante o horário, assim como o nome ”Santo”. Veja alguns comentários de internautas sobre as cenas de Santo em Velho Chico:

“É lindo, mas é triste. NÃO! É triste, mas é lindo! ;)”

”Que ideia maravilhosa e muito bem executada. E ainda tem um tom de homenagem”

”A voz, riso, respiração de Domingos Montagner nessas cenas e pra abalar minhas estruturas, como segurar a emoção”

”To chorando o rio São Francisco todinho com essa forma de manter Santo na trama”

”Nossa, arrepiado demais com essas cenas em que Domingos continua presente como câmera, sentimos a presença dele sim”

”Ai gente, chorando baldes com eles olhando pra câmera e falando com Santo”

”Você esta aqui meu amigo! Mais presente do que nunca. Que homenagem linda!! Obrigado Velho Chico”

”Se ta difícil pra gente ver as cenas, imagina como foi pro elenco gravar. Todos foram muito fortes”.