Antonio Fagundes sobre final de Afrânio e Martim: “A vida inteira faltou uma palavra”

Afrânio (Antonio Fagundes) em Velho Chico
Afrânio (Antonio Fagundes) em Velho Chico

Convidado do Encontro com Fátima Bernardes desta sexta-feira (30) para comentar o final de Velho Chico, Antonio Fagundes avaliou a relação entre Afrânio e Martim (Lee Taylor).

Para o veterano, as novelas de Benedito Ruy Barbosa sempre falam da força do abraço, de como o gesto pode fazer falta em uma relação, especialmente em momentos importantes da vida.

Fagundes relembrou a cena em que Afrânio pede um abraço de despedida e Martim se recusa, algo que fica marcado para sempre na vida dos dois, pois depois o coronel corre em busca do filho, sem encontrá-lo.


O global justificou que, apesar da vontade que nutriam durante todo o folhetim, somente agora essa barreira foi rompida, pois Martim também tinha uma postura rígida e radical, ou seja, “a vida inteira faltou uma palavra, uma vontade dos dois”.

Elenco de Velho Chico se emociona ao falar de Domingos Montagner: “Energia do amor no ar”

A respeito da vida pessoal, Antonio disse que mantém uma relação harmônica com seus quatro filhos.