Comentarista de política teria usado drogas e álcool durante cobertura do impeachment


Rola nos bastidores de uma das grandes emissoras do Brasil a informação que um famoso comentarista de política, conhecido por suas análises e opiniões polêmicas, teria usado drogas durante a cobertura da votação do impeachment da presidente Dilma do PT, nesta quarta-feira (11).

Em determinado momento da cobertura, que começou às 10h da manhã e terminou quando já era madrugada, o comentarista teria ido ao banheiro e, ao voltar para a redação, estaria alterado, “doidão” foi o termo utilizado por quem viu o jornalista.

Dizem por lá que ele ainda bebeu uma garrafa de uísque em pleno horário de trabalho, para comemorar o resultado da votação no senado. Sendo assim, dá para entender algumas opiniões sem pé nem cabeça que o comentarista costuma dar.