Repórter da Globo é alvo de xingamentos em cobertura de manifestação contra impeachment

Sabina_Simonato

As equipes de reportagem da Globo têm sido alvos de constantes ataques dos manifestantes que são contra o impeachment da presidente Dilma, do PT. Os profissionais, que estão apenas fazendo seus trabalhos, sofrem com a violência e ataques verbais e físicos dos populares.

O caso mais recente aconteceu no domingo (17), quando uma equipe da Globo, presente no vale do Anhangabaú, região central de São Paulo, onde se reuniram os manifestantes pró Dilma, hostilizaram a repórter Sabina Simonato.

Sabina Simonato estava sem o microfone com identificação do logotipo da Globo, ma ainda sim foi reconhecida e segundo o jornal Folha de S.Paulo, cerca de 20 pessoas seguiram a jornalista, acompanhada de um cinegrafista e um auxiliar.


Eles gritavam o já cohecido “Não vai ter golpe”, além de ofensas pessoais como “prostituta”, “filha da p****”, “vagabunda”, entre outros xingamentos.