Lilia Cabral sobre Tá no Ar: “Eu morro, mas uma Helena eu fiz”

Lilia Cabral sobre bastidores de Liberdade, Liberdade:
Lilia Cabral exalta parceria (Divulgação)

Lilia Cabral esteve na bancada do Vídeo Show nesta quinta-feira (07) e comentou sua participação em Tá no Ar, quando foi impedida de entrar no lançamento de um livro por não ser uma Helena de Manoel Carlos.

Com muitos papéis em novelas do autor, ela contou que assistia à Felicidade, dos anos 1990, e fechava os olhos para ouvir cada fala pois as julgava bonitas como poemas.

Lilia revelou que um dia encontrou com o autor nos bastidores e lhe pediu um personagem e, após tantas obras com o novelista, disse que foi muito feliz nesta parceria e, sem ela, não se reconheceria como atriz.


Miguel Falabella chora ao falar de Marília Pêra: “Um momento devastador” 

A respeito da participação no humorístico, Cabral disse que surgiu após Marcius Melhem se surpreender quando lhe falou nunca ter feito uma Helena. “Eu morro, mas uma Helena eu fiz”, afirmou a veterana sobre a esquete.