Catfish ganha versão brasileira na MTV

Catfish Brasil

Um dos programas de namoro mais famosos nos EUA é o Catfish. A atração da MTV americana já está na quinta temporada e aborda os relacionamentos pela internet, os conhecidos namoros virtuais. Os apresentadores da atração, são uma espécie de detetives que investigam se as pessoas que se falam pela web são quem elas de fato demonstram ser.

Agora, a MTV Brasil lança a versão brasileira do reality show e vai seguir a mesma ideia do Catfish original. Mas por aqui será apresentado por Ciro Sales e Ricardo A. Gadelha. O programa deve estrear em agosto.

“Na internet a gente pode ser quem a gente quiser. Nas nossas próprias redes sociais a gente faz uma edição de como a gente quer se mostrar. É como se falássemos: ‘Eu escolho o que quero viver’. Se a gente faz isso para se mostrar para os amigos e família, imagina quem cria um perfil com o objetivo de se relacionar, de ter um namoro”, explica Sales ao UOL.


Catfish nasceu depois que o fotógrafo nova-iorquino Nev Schulman decidiu documentar sua saga para conhecer a namorada virtual, Maggie Faccio, com quem trocava mensagens e falava por telefone há meses. Acompanhado de amigos, Nev dirigiu até Michigan para conhecer a bela cantora por quem estava apaixonado e sua família com quem ele também conversava pela internet, mas ao chegar no endereço se deparou com uma pessoa diferente bem diferente das fotos.

Na versão televisiva, casais que se relacionam pela internet se inscrevem, a produção investiga a história e depois os apresentadores vão tentando desvendar os segredos dos envolvidos. “Às vezes a gente descobre que a única barreira é territorial mesmo, mas às vezes a gente descobre uma razão para essas pessoas serem enganadas: um problema de autoestima, um distúrbio de personalidade. Quem está assistindo vai começar a se questionar se está correndo risco, se expondo demais”, diz Sales.

Apesar de nunca terem se envolvido amorosamente com alguém na internet, Sales e Gadelha dizem que em geral tem relações boas com pessoas desconhecidas online. Atores de teatro, os dois já entraram em contato com admiradores e ficaram amigos de outros profissionais pela facilidade da web.

“Sou uma pessoa que dá muito valor para a presença, mas o que eu mais aprendi nas gravações é que a presença também se dá à distância. Um dos casais com quem gravamos se fala todos os dias, ela acorda com um áudio dele no WhatsApp, ele tem a foto dela no guarda-roupa. Eles estão presentes na vida um do outro”, conta Sales.

Já Gadelha disse que o programa o fez reconhecer que a “perversidade” das pessoas na internet só pode ser combatida com educação. “A ONU reconhece a internet como necessidade básica do homem, por isso ela tem que estar nas casas, nas famílias e nas escolas. Ainda tem um desconhecimento que ajuda a promover a ignorância, que é fonte de aborrecimentos. A solução para qualquer situação agressiva é sempre a educação”.