Cantor Tico Santa Cruz é expulso de avião

Depois do ator global Érico Brás, mais um famoso foi expulso de um avião. Trata-se de Tico Santa Cruz.

No entanto, se Èrico teve que deixar a aeronave acusando os responsáveis pela companhia em que estava de racismo, o cantor foi convidado a se retirar por causa de seu comportamento.

Segundo o portal UOL, o vocalista da banda Detonautas discutiu com funcionários e passageiros da Gol por ter se sentado numa poltrona que não era a reservada para ele.


“Quando me sentei, uma pessoa da equipe da Gol veio me perguntar se ali era meu lugar. O lugar estava vazio. Mas aí disseram que era um assento conforto e que era mais caro”, relatou o artista.

Porém, Tico reclamou de cobrança abusiva: “Não há ‘classe’ naquela aeronave, não é permitida a cobrança onde não há diferença nos serviços. Reclamei e disse que não sairia, mas as pessoas, com razão, começaram a se incomodar, já que o voo não decolava por causa a discussão. Aí a Polícia Federal me expulsou, numa situação irregular, já que uma pessoa só pode ser expulsa de um voo se estiver fora de controle, o que não era o caso”.

Filho de Cissa Guimarães pede emprego nas redes sociais