Rodrigo Santoro revela o motivo que o fez se afastar das novelas no Br

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Rodrigo Santoro, atualmente no ar como o Afrânio de Velho Chico, comentou o motivo que o fez ficar 13 anos afastado das novelas.

“Sempre que me falavam ‘Ah, nunca mais fazer novela, né? Só faz cinema’, eu dizia: não tenho problema em fazer novela, o problema é o tamanho. E agora veio uma participação no tamanho certo. Quando me perguntavam isso, ficava a sensação de que não quisesse me expor num folhetim, em algo mais diluído. E não tenho problema nenhum com novela, trabalhei em várias, adorei. Acho um exercício incrível para o ator. Vai fazer 20 cenas por dia para ver”, contou.

Fórmula 1 perde metade dos telespectadores em dez anos

O ator disse que a TV no país vive um momento muito bom, assim como no exterior: “É uma era incrível. Não serei hipócrita, quando vislumbrei voltar a fazer TV aqui, pensei em uma série. A Globo começou a fazer séries incríveis. Quando fiz “Hilda Furacão”, todo mundo queria fazer minissérie e não tinha muitas. Hoje, elas são muito bem feitas e produzidas uma atrás da outra”.

Ele também tratou sobre o longo período fora do Brasil. “Nunca planejei uma carreira internacional, não saí daqui com uma mochila para buscar nada. Saí com o filme “Abril Despedaçado”, do Walter Salles. Fui dando um passo de cada vez, sem nunca me afobar nesses dez anos. Tava buscando alguma coisa interessante aqui e tentando encaixar com as outras experiências. Meu problema era me comprometer com antecedência, tava sempre na mão do cinema”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui