Record veta vermelho

Era só o que faltava, a Record decidiu vetar qualquer peça de roupa vermelha no figurino de seus apresentadores e repórteres. A estratégia da emissora visa evitar qualquer ligação, ainda que mínima, com a cor do PT, partido da presidente Dilma e Lula.

Segundo o site Notícias da TV, a ordem no canal do bispo Macedo foi de recolher todas as roupas vermelhas do departamento de figurinos, para evitar o uso delas.

Nas últimas semanas, alguns repórteres tiveram que voltar das ruas porque vestiam vermelho e foram orientados a trocarem de roupa.


Domingos Meirelles, apresentador do Repórter Record Investigação, precisou trocar de gravata na última gravação. Ele estava com uma vermelha e substituiu por uma cor de rosa.

Mas não é só o vermelho que está proibido na Record. Para não ser vinculado a nenhum partido político, ou levantar suspeitas sobre um possível apoio a este o aquele lado envolvido na atual crise política, cores como verde, amarelo e azul, no mesmo figurino também estão vetados.

A intenção é mostrar com clareza a neutralidade da emissora na guerra política que o Brasil vive.