Jô Soares se defende de polêmica com Dilma Rousseff:

A última temporada do Programa do Jô teve início nesta segunda-feira (28) na Globo. No talk show, o apresentador voltou a se justificar sobre a entrevista que fez com Dilma Rousseff.

“Sempre tive liberdade para demonstrar todas as tendências políticas. Nunca deixei de entrevistar um presidente deste ou daquele partido. Quando entrevistei a Dilma me chamaram de petista. Quando entrevistei o Fernando Henrique virei PSDB. Então eu sou ‘coxista’, metade coxinha, metade petista. Lula veio ao programa 13 vezes, Fernando Henrique dez vezes. Acho que essa é a maior prova de imparcialidade”, afirmou ele.

Gracyanne Barbosa envia nude em rede social; veja


Ele destacou a importância do formato trazer não apenas famosos como pessoas comuns: “Posso dizer que o programa foi, durante todo esse tempo que esteve no ar, um palco onde se discutiu a diversidade política, científica e cultural do nosso país e, muitas vezes, do mundo. Pelo sofá passaram seis prêmios Nobel. Mas, para mim, o mais importante, foi a descoberta de alguns artistas e conversar com alguns dos grandes agentes anônimos do povo brasileiro – aqueles personagens que sempre me emocionam, que fazem você rir, fazem você chorar, porque você se identifica e se emociona.”