Rodrigo Schweitzer é o campeão da terceira temporada do Hell’s Kitchen – Cozinha Sob Pressão

Final do Hell´s Kitchen tem baixa audiência e ocupa terceira colocação

Após 14 semanas de muita tensão, finalmente os telespectadores conheceram o grande vencedor da terceira temporada do Hell’s Kitchen – Cozinha Sob Pressão, na noite de sábado (30), no SBT. Trata-se do carioca Rodrigo Schweitzer (40), que além do prêmio de R$ 100 mil em barras de ouro, ainda fará um curso de gastronomia no prestigiado Institut Paul Bocuse, na França.

Nas redes sociais, a final teve grande repercussão. Somente no Twitter, a hashtag #HellsKitchenBR foi o assunto mais comentado em todo o Brasil na noite de sábado. Os internautas comentavam a atração, se diziam contentes ou não com a vitória de Rodrigo e ainda diziam ao chef Carlos Bertolazzi que estão ansiosos por uma quarta edição do reality show.

“É um momento surreal, pois antes de abrir a maleta o meu coração disparou. Quando eu abri e vi que ganhei, fui ao encontro do Bruno para dar um abraço nele, nós dois sabemos o que passamos para estar ali em todos os momentos difíceis. Os próximos 40 minutos a partir disso, foi completamente louco. É como se a cada segundo, você dissesse para si mesmo, Meu Deus, sou eu! Eu sou o vencedor”, disse Rodrigo Schweitzer, após o programa.


A final foi emocionante e teve a paulista Mariana Pelozio (29) sendo eliminada durante uma prova às cegas, em que o chef Carlos Bertolazzi escolheu quais seriam os dois competidores que participariam do sonhado jantar final. Vale lembrar que essa foi a primeira edição a realizar uma final com três competidores.

Em seguida, todos os eliminados do programa voltaram para a cozinha mais temida do Brasil e foram divididas em dois times, um para o carioca Rodrigo Schweitzer e outro para o paulista Bruno Pelisson (32). Uma final Rio-São Paulo. A emoção não parou por aí, pois eles ficaram surpresos quando descobriram que teriam que cozinhar para dezenas de chefs consagrados, além de um time de estrelas formado pela cozinheira Palmirinha Onofre, a apresentadora Silvia Abravanel (Bom Dia & Cia), o apresentador Celso Portiolli (Sabadão e Domingo Legal), o cabelereiro Rodrigo Cintra (Esquadrão da Moda) e apresentadora Ticiana Villas Boas (que estreia em fevereiro, no SBT, o reality show BBQ Brasil – Churrasco Na Brasa).

Após muita emoção e pressão psicológica, chegou o sonhado momento da revelação do campeão da temporada. Com duas maletas fechadas, Bertolazzi solicitou que abrissem as malas, assim como fez no primeiro episódio da temporada, porém, desta vez, uma delas estava com o prêmio de 100 mil reais em barras de ouro. Rodrigo foi coroado o grande vencedor e as lágrimas de alegria vieram à tona, enquanto papéis picados caiam no restaurante com o clima de festa com os familiares e ex-competidores. Bruno também comemorou a vitória do amigo.

Rodrigo Schweitzer
Natural do Rio de Janeiro, RJ
40 anos

Após diversas tentativas para se tornar piloto de avião, Rodrigo descobriu que seus caminhos não eram pelos ares. Decidiu, então, cursar a faculdade de Gastronomia e ao termina-la conseguiu um emprego com o chef Felipe Bronze. Estimulado pelo florescimento dos novos caminhos, foi fazer um curso de aperfeiçoamento na French Culinary School, em Nova Iorque. Ele afirma que cozinha bem e tem muito foco no que faz. Recentemente, sua determinação foi posta à prova ao ouvir de uma ex-namorada que não passava de um quarentão gordo, que nunca arrumaria mulher. As palavras rudes o motivaram a entrar numa dieta e perder 30 quilos, em apenas seis meses. Com vigor pela causa, Rodrigo criou uma linha de culinária saudável e ministra aulas sobre o assunto. Ele pretende provar para si mesmo – e para os outros – seu potencial. É um competidor nato pois, como irmão caçula, sempre teve que brigar por seu espaço.