Com Síndrome do Pânico, jornalista da Globo não consegue mais trabalhar

Mirella Bergamo

A Síndrome do Pânico é umas das doenças que tem se tornado mais comuns no mundo moderno. Cada vez mais pessoas públicas relatam que sofrem desse mal e de alguma maneira colaboram para trazer à tona um problema que muitas vezes é velado. O mais recente caso é da jornalista Mirella Bergamo, que atuava como repórter e apresentadora na TV Vanguarda, afiliada da Globo.

Mirella Bergamo fazia frequentes participações no Bom Dia São Paulo e também para o SP TV, trazendo as notícias da região do Vale do paraíba no estado de São Paulo. Vítima da doença ha 10 anos, agora ela se afastou do trabalho por conta da Sindrome do Pânico e gravou um vídeo falando sobre o assunto.

“Tive uma crise associada à fobia social, que é o medo de estar em locais públicos ou perto das pessoas”, disse a apresentadora no material publicado no Youtube nesta quarta-feira (10).


A profissional lembrou que a doença não é tão incomum como muita gente pode imaginar. Ela decidiu dividir a informação com os telespectadores com o intuito de desabafar.

Mirella Bergamo revelou que irá criar um site para discutir o assunto, o ‘Eu Melhor’, onde ela dividirá a experiência da síndrome do pânico com outras pessoas.

Veja abaixo o vídeo: