TV Alterosa, pertencente aos Diários Associados em Minas, pode ser vendida

tv alterosa

Maior afiliada do SBT no Brasil, a TV Alterosa de Minas Gerais passa por uma grave crise financeira. Um dos principais veículos de comunicação do grupo Diários Associados, a emissora vem sofrendo sucessivas paralizações de funcionários desde dezembro. O motivo dos protestos tem sido pelo pagamento do 13º salário e de outros direitos trabalhistas que não tem sido cumpridos pela empresa (pagamento de férias, vale alimentação e vale transporte, recolhimento de FGTS e Previdência, além de plano de saúde).

Na última segunda (18), uma nova paralisação ocorreu, exigindo que o 13º fosse pago integralmente hoje, sob o risco de agravamento do movimento que poderá resultar em greve. Nesta quarta (20), os trabalhadores se reunirão em assembleia para avaliar a continuidade das paralisações.

A situação financeira precária se tornou tão evidente, que em 2015 a rádio Guarani FM, também integrante do grupo Diários Associados, foi entregue a uma igreja evangélica e se tornou parte integrante da rede Feliz FM.


Sem perspectivas de melhora a curto prazo, a emissora passou a ser alvo de especulações sobre sua possível venda. Sílvio Santos, proprietário do SBT, foi o primeiro a ser aventado como possível comprador. Porém, em nenhum momento se confirmou o interesse do empresário pela aquisição.

Recentemente foi noticiado que o empresário e apresentador Carlos Massa, o Ratinho, teria interesse na compra da TV Alterosa para integrá-la à Rede Massa de Comunicação. E hoje surgiram informações de que o grupo Hypermarcas também estaria no páreo para aquisição da emissora que possui quatro transmissoras próprias: Belo Horizonte, Centro-Oeste, Zona da Mata e Sul e Sudoeste de Minas.

Proprietário da TV Serra Dourada, de Goiânia, e que também é afiliada do SBT, o grupo Hypermarcas estaria com as negociações bem avançadas, faltando pouco para a concretização do negócio.