Roberto Justus censurou abertura de O Aprendiz


Em 2013, Roberto Justus retomou no comando do reality show O Aprendiz, já que nas temporadas anteriores o programa havia sido apresentado por João Dória Junior, pois Roberto Justus na época estava no SBT. O programa estreou em outubro de 2013, mas no mês de setembro a produção gravou uma abertura para a atração.

A abertura era uma simulação do programa, em que mostrava os participantes da competição em diversas situações e uma delas era na mesa de reuniões, porém Roberto Justus censurou uma das cenas da abertura. A produção gravou com atores uma cena para a abertura na empresa de publicidade de Justus, a Young & Rubicam, a cena era uma simulação da reunião com os supostos aprendizes. Os atores contratatos pela emissora ficaram a disposição o dia inteiro, mas a cena foi gravada somente por volta das 18h00, pois a produção e os atores ficaram o dia inteiro aguardando a chegada do apresentador.

Quando Roberto Justus chegou, encontrou todos os atores posicionados na mesa, eram 16 atores, sendo 8 mulheres e 8 homens, Justus ficou espantando e criticou a posição que os atores estavam sentados. Já que na mesa da sala de reunião de sua empresa de publicidade, os atores ficavam na vertical e O Aprendiz era gravado em um estúdio na Record.


Roberto Justus chega e diz : “Por que vocês não gravaram isso na Record? A posição que os participantes ficam sentados na mesa é diferente, no estúdio da Record , os participantes ficam sentados na mesa em sentido horizontal, não faz sentido gravarmos isso”.

Mesmo Roberto Justus tendo criticado a forma com que os atores estavam sentados na mesa, a gravação ocorreu, demorou cerca de 40 minutos, pois era apenas uma cena que se juntaria às demais e posteriomrnte seria editado e formaria assim a abertura do programa. Roberto Justus não gostou da abertura e deu uma ordem para que retirassem aquela cena com atores da abertura, assim a ordem do apresentador foi cumprida e a abertura foi para o ar sem a cena.

Resumo da história, um dia de trabalho perdido para a produção e equipe técnica e dinheiro jogado no lixo, já que gastaram com cachê, transporte e alimentação do atores.

Veja a abertura de O Aprendiz do ano de 2013: