Repórter Record Investigação mostra que crise ameaça levar sistema de saúde no Brasil a um colapso


Um futuro incerto assombra a saúde pública do Brasil e o Repórter Record Investigação desta segunda-feira (07), mostra um verdadeiro check-up em hospitais de sete estados brasileiros.

A equipe do programa flagrou durante dois meses vários exemplos de superlotação, estruturas precárias e profissionais indignados com as péssimas condições de trabalho. A maior vítima é sempre o paciente. Milhões de brasileiros sofrem diariamente na busca por um direito básico de qualquer cidadão: ter acesso a um tratamento médico digno e eficiente.

Os problemas são os mais variados. No Rio de Janeiro e em Salvador, moradores dependem de hospitais improvisados. Estruturas provisórias, usadas apenas em desastres naturais e em situações de guerra são a única opção para o atendimento de milhares de pessoas.


Em Fortaleza, enquanto faltam equipamentos para atender a população, sobram doentes à espera de socorro em um dos maiores hospitais do Nordeste.

No Sul do País, o que preocupa é a superlotação. Sem vagas, pacientes precisam improvisar até mesmo para dormir em um hospital.

E tudo isso pode ficar ainda pior em um futuro bem próximo. Especialistas garantem: com a crise econômica e o desemprego, o número de brasileiros que recorrem ao SUS aumenta a cada dia. E a sobrecarga ameaça deixar o Sistema Único de Saúde à beira de um colapso.

O Repórter Record Investigação, comandado por Domingos Meirelles, vai ao ar nesta segunda-feira (07), à 0h15, logo após A Fazenda.