Os manifestantes presentes em protestos pelo Brasil, ocorridos neste domingo (13) não perdoaram as equipes de TVs, especialmente as da Globo. Na Avenida Paulista, os repórteres e cinegrafistas da Globo e GloboNews foram hostilizados. Os profissionais, que estavam no local para trabalharem receberam todo tipo de xingamentos e ameaças

Fátima Bernardes mostra manifestação e estudantes gritam: “Abaixo a Rede Globo”

Algumas pessoas começaram a atirar objetos contra os jornalistas, o que poderia inclusive causar algum ferimento. Segundo o colunista Flávio Ricco, o repórter José Roberto Burnier ficou tão assustado que preferiu deixar o local antes do fim das manifestações. Uma repórter da GloboNews acabou sendo atingida por uma lata de cerveja.