Marcelo de Carvalho diz que vitória do Encrenca sobre o Pânico é como uma vingança

encrenca marcelo de carvalho redetv

Vice-presidente da RedeTV! e apresentador do Mega Senha, o empresário Marcelo de Carvalho comemora os resultados do Encrenca, programa de humor criado para ocupar as noites de domingo em substituição ao Pânico.

Em entrevista ao UOL, Marcelo Carvalho disse que ver a consolidação do Encrenca junto ao público e sua vitória durante o tempo que concorre com o Pânico na Band é como uma vingança: “Como neto de italiano calabrês, minha avó dizia que a vingança é um prato que se come frio. Então, como pessoa física, estou comendo em prato frio a minha vingança. Estou muito satisfeito. Mas, como empresário não estou porque gostaria que vários canais tivessem programas fazendo sucesso, pois isso favoreceria a fragmentação da audiência que nos favorece”, disse.

Ele falou ainda que ficou magoado com a forma como o elenco do programa deixou a emissora que os revelou: “Tutinha e Emílio recebiam metade do faturamento do ‘Pânico’. O restante tínhamos que dividir entre os outros humoristas e a produção. É uma mentira, uma injustiça, uma sacanagem ele dizer isso”. Quando assinou contrato com a Band e levou todo o elenco do programa, Tutinha disse em entrevista ao colunista Ricardo Feltrin, que na nova casa teria “verba e estrutura decentes”, dando a entender que na RedeTV! não eram tratados como prioridade.


Carvalho disse ainda que “o Pânico perdeu a mão. O Emílio e o Tutinha perderam o caminho… Quando estavam aqui (na RedeTV!), tinha um negócio de inovação, de estar à frente, de não apelar e não ter muita baixaria”, e finalizou a entrevista dizendo que para 2016, os planos da RedeTV! passam por ousados investimentos na produção de séries, a exemplo do que faz com sucesso a Netflix. Mas ressaltou que tudo dependerá de como seu canal reagirá à crise econômica.