Boni diz que a Globo jogou o formato do Fantástico no lixo e critica mudanças no Jornal Nacional

Boni diz que a Globo jogou o formato do Fantástico no lixo e critica mudanças no Jornal Nacional

José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, falou em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo que não concorda com as mudanças feitas no Jornal Nacional, que agora é mais informal.

“Os jornais locais americanos são bastante informais, mas o jornal de rede americano é um apresentador só. Hoje, mais do que nunca, o cara quando vê o Jornal Nacional, já viu aquilo em outro lugar. Então, o que o espectador precisa ver ali? Se aquilo é verdade. O cara tem que sentar lá e fazer sério. Agora, levantar, botar apelido, chamar de Maju, isso não tem sentido. O Brasil é um país informal, mas o Jornal Nacional é um boletim de hard news, informação, e tem que passar a percepção de que se a notícia deu no Jornal Nacional é verdade”, disse.

BAFÃO -> Susana Vieira dispara sobre CQC e Pânico: “Bestas fúteis”


O ex todo poderoso da Globo também não poupou críticas ao Fantástico: “O Fantástico hoje é uma colcha de retalhos, em vez de ser um mosaico. São coisas parecidas, mas a colcha de retalhos não tem conexão entre uma coisa e outra. Tinha que ter a grande matéria, a matéria de capa, mas é tudo soltinho, e quando as matérias são grandes, são policiais. A tônica do programa era esperança – mostrar esperança de uma vida melhor, as relações entre pais e filhos, a cura da doença, eles jogaram isso no lixo”.

Ainda na entrevista, Boni avaliou o sucesso da Record com Os Dez Mandamentos como passageiro. “A questão da novela bíblica é que Moisés é um grande personagem, essas coisas acontecem esporadicamente. O difícil é a emissora concorrente da Globo manter esse padrão, é fazer um outro Dez Mandamentos”, finalizou.