Saiba como eram feitas as Gincanas do Programa Silvio Santos

gincanas silvio santos

As Gincanas que foram exibidas no Programa Silvio Santos, em diversas ocasiões ao longo dos anos, tiveram várias temporadas em épocas diferentes. Foram exibidas no final dos anos de 1980 e início dos anos 1990 e posteriormente reexibidas na nova fase do Programa Silvio Santos nos anos 2000.

Para serem reexibidas no Programa Silvio Santos, que teve sua reestreia em 2008, a produção gravou  vários pilotos em fevereiro do mesmo ano, para serem mostrados e aprovados posteriormente pelo próprio Silvio Santos. O apresentador aprovou e gostou muito das novas gincanas.

Um dos ex-participantes das gincanas revelou como tudo era produzido. As gincanas eram gravadas no parque aquático do SBT, os participantes eram pessoas comuns, porém selecionados através de uma agência de dublês, chamada Águia de Fogo. O valor do cachê era R$100,00, mas a agência retirava R$20,00 como uma forma de agenciamento.


As Gincanas eram gravadas duas vezes por semana, nas terças-feiras e às quintas-feiras. A agência selecionava os participantes que tinham que ser maiores de idade, marcava como ponto de encontro a Estação da Barra Funda em São Paulo. O ônibus da emissora estava a espera dos participantes, que  os  levavam  até a sede do SBT em Osasco. Na emissora, os participantes colocavam um roupa própria para participar, tênis e equipamentos de proteção como caneleiras, joelheiras e capacetes.

A fonte revelou ainda que em um dia eram gravadas duas provas das gincanas, que eram estipuladas pela produção. Uma das provas era gravada na parte da manhã e a outra no período da tarde. Durante o tempo em que os participantes ficavam no parque aquático da emissora, tinha que ficar com a roupa que não era nada confortável, além de passar o dia molhados, pois gravam uma prova de manhã em que geralmente caíam na água, muitos reclamavam de passar frio, já que  a maioria delas foram gravadas no inverno.

A fonte  ouvida acrescentou que o diretor que comandava as gravações não era nada simpático com os participantes e até mal educado, pois se percebia que um participante tinha medo de realizar a prova, pois muitas das provas tinham cerca de 5 metros de altura, o diretor fazia o participante refazer a prova. Segundo a fonte, o diretor não queria que os participantes vencessem as provas, pois declarava que o mais interessante para o público era o tombo, porém não queria que o participante caísse logo na água, queria que fosse até o meio da prova e depois caísse. Se o participante não cumprisse as ordens do diretor, o mesmo falava de forma agressiva. Muitos que foram gravar se recusaram por medo da altura, com isso não recebiam o cachê.

Todo participante tinha que elaborar um grito de guerra que era exibido antes das provas, se o diretor não gostasse do grito de guerra, brigava com o participante e pedia para refazer o grito de guerra.

Silvio Santos apelidou as gincanas de ”Gincanas dos desempregados”, dizia que quem podia participar das gincanas eram somente pessoas desempregadas, porém o fato não era verdade, talvez Silvio Santos desconheça que as Gincanas eram feitas com pessoas contratadas.

Além do cachê de R$80,00 caso o participante vencesse alguma prova ganhava o valor de R$300,00, porém só recebia esse valor se a gincana que gravou fosse para o ar.

As Gincanas foram exibidas de março de 2008, quando  reestreou o Programa Silvio Santos e são reprisadas atualmente, porém não estão sendo gravadas provas inéditas.

Veja o vídeo das gincanas: