Roberto Cabrini acompanha rotina de Tati Quebra-Barraco e Mc Sabrina no Conexão Repórter

Tati Quebra Barraco Conexao Reporter

No Conexão Repórter deste domingo (04), Roberto Cabrini comanda uma reportagem especial sobre as “Divas da Contramão”. O programa acompanhou durante semanas a rotina das funkeiras Tati Quebra-Barraco e Mc Sabrina, mostrando como elas afrontam, desafiam, possuem legiões de admiradores e críticos. Comunicativas, carismáticas e polêmicas, elas nadam contra a correnteza da cultura convencional e em sua arte, tão amada quanto contestada, não faltam palavrões e referências ao sexo. No duplo sentido ou, às vezes, nem isso.

Tati Quebra-Barraco é como uma instituição no mundo do funk. Da Cidade de Deus para o mundo, ela conhece bem os atalhos e os becos de suas origens e transita com desembaraço entre o essência do gueto e a hipocrisia da sociedade da Zona Sul. O telespectador poderá acompanhar uma ascensão artística e social que rendeu oposição, idolatria e perseguição constante.

Cabrini mostra ainda a história de Mc Sabrina, que representa uma nova face do sucesso. Ela nasceu e cresceu no Morro da Providencia, no centro do Rio, onde venceu barreiras e traumas. Começou a cantar no coral da igreja e o sonho da mãe era que ela seguisse carreira cantando as mensagens cristãs. Mas, no meio do caminho, surgiu o funk.


Tati e Sabrina, do Rio de Janeiro para o Brasil, ultrapassando fronteiras. São funkeiras e se orgulham disso. Entre angústias e sonhos, erros e acertos.

Conexão Repórter, logo após o Programa Silvio Santos, no SBT.