O Repórter Record Investigação desta segunda-feira (19), à 0h15,  exibe reportagem sobre a luta incansável de mulheres que investigam por contra própria o paradeiro dos filhos desaparecidos.

Há mais de trinta anos, Marina busca por notícias do pequeno Rogério, que sumiu em um piscar de olhos no centro de São Paulo. Mas como seria a fisionomia do menino, hoje, mais de três décadas depois? O programa mostra que uma equipe da Polícia Civil faz esse trabalho: envelhece o rosto de crianças desaparecidas há muitos anos.

Na capital paulista, o rosto de uma menina ganhou outra dimensão e estampa o muro de uma das avenidas mais importantes da cidade. Ana Júlia sumiu há menos de dois anos, quando ela tinha apenas três anos de idade. A polícia acredita que ela foi sequestrada.


O jornalístico também exibe a saga de Estela. Ela é uma das prostitutas mais famosas da zona portuária de Santos e procura o filho há mais de cinquenta anos. Ela fez um desabafo na TV: quer reencontrá-lo a qualquer custo. Dois homens, com a mesma idade, responderam a esse apelo e fizeram o exame de DNA.

O resultado pode colocar um ponto final em uma procura que perdura há mais de meio século.

O Repórter Record Investigação, comandado por Domingos Meirelles, é exibido às segundas-feiras, à 0h15, logo após A Fazenda.