A novela I Love Paraisópolis irá tratar de um tema bem polêmico no capítulo do próximo dia 12, inspirada em um fato recente onde uma garota foi agredida com uma pedrada na cabeça ao sair de um centro de umbanda, na trama veremos Lilica (Thiná Duarte) passando pela mesma situação.

Leia também: Bordão do Chaves é citado em I Love Paraisópolis

Na cena em questão, Lilica sai feliz de seu batismo em um centro de umbanda acompanhada por Deodora (Dani Ornellas), “Você é que tava linda, filha. Tão linda como nossa mãe Oxum”, dirá orgulhosa da filha, e no momento seguinte as duas encontrarão um grupo de evangélicos intolerantes que dirão: “sua macumbeira! Não tem vergonha, não? Vai para o terreiro fazer despacho e ainda leva a filha! ”, gritará um deles. Assustada, sem entender por que está sendo agredida. “Quem são essas pessoas, mãe? ”, perguntará. “Não diz nada, filha. Não aceita provocação”, dirá Deodora. Um dos agressores gritará: “Nós vamos fazer justiça, em nome de Jesus! ” E logo após arremessará uma pedra na cabeça de Lilica. “Seus loucos! O que vocês fizeram com a minha filha? ” diz Deodora indignada.


O ataque terminará com a intervenção de Eva (Soraya Ravenle) e Paulucha (Fabiula Nascimento): “Vocês deviam limpar a boca antes de falar em Jesus. Eu sou evangélica, mas tenho vergonha de gente como vocês. Vocês não merecem ser chamados de evangélicos. Cristão de verdade não tem essa atitude covarde” diz. Nervosa Paulucha será contida por Eva que ameaça chamar a polícia. “Calma, Paulucha. Violência não leva a nada. Eu vou é ligar para polícia. Intolerância religiosa é crime. No templo que eu frequento, o pastor sempre repete isso. Saiam daqui. Já! ”

Logo após o acontecimento, Lilica será levada à um posto de saúde para levar pontos no local atingido pela pedra e já na casa de Eva dirá: “No fundo, eu tenho pena daquela gente, sabia? ”.