Humorista do Pânico na Band vive na periferia e passa dificuldades financeiras


Solange Damascena, mais conhecida como a Gaga de Ilhéus, integra o elenco do Pânico na Band desde maio de 2015. Mas a vida da humorista não é nada fácil, ela é moradora de um bairro periférico de Ilhéus-BA, onde as ruas não têm nem asfasto. Mora em uma casa humilde, junto com sua mãe, que sobrevive com uma aposentadoria  de um salário mínimo. Para ajudar a completar a renda, Solange vende doces nas praias de Ilhéus, vende cocadas no valor de R$4,00 cada uma.

Entenda: Gaga de Ilhéus é a salvação para Tiririca no Pânico na Band

No Pânico na Band, a humorista não é contratada, recebe apenas cachê de participação, no valor de R$250,00 por semana, porém ela não grava todas as semanas, já que em um dia de gravação é gravado vários programas, que posteriormente é distribuído na atração. Assim na semana que Solange não grava, ela  não recebe.


O grande sonho da humorista é ter sua casa própria para morar sozinha. No Pânico na Band os humoristas pegam pesado e acusam a Gaga de ser usuária de drogas e prostituta, com objetivo de fazê-la chorar e caso eles consigam ela ganha um prêmio, um produto para sua casa. Os produtos que Solange já ganhou no decorrer do programa estão guardados na casa de uma vizinha, para quando ela tiver sua casa própria poder usá-los.

Solange Damasceno ficou conhecida nacionalmente em 2004, após participar de um programa de rádio em Ilhéus. No programa fazia reclamações do problemas de sua cidade, os argumentos e a gagueira de Solange chamaram a atenção. O vídeo foi para no Youtube e Solange virou um celebridade instantânea na  época, o que a fez participar de diversos programas de televisão e fazer parte do elenco do extinto Show do Tom na Record.

Solange fez apelos na intenet para Luciano Huck, Gugu e Celso Portiolli doarem uma casa a ela. Segundo uma fonte, a produção do Pânico na Band está trabalhando para conseguir patrocínios para a tão sonhada casa da Gaga de Ilhéus.