Hell’s Kitchen – Cozinha Sob Pressão estreia 3ª temporada no SBT

Carlos Bertolazzi (Divulgação)
Carlos Bertolazzi (Divulgação)

O Cozinha Sob Pressão, reality show culinário do SBT, chega a sua terceira temporada e assume o nome original da atração que é sucesso em dezenas de países, o Hell’s Kitchen. Por aqui, as duas temporadas anteriores levaram o nome de Cozinha Sob Pressão, mas agora passa a se chamar Hell’s Kitchen – Cozinha Sob Pressão.

Saiba como será o novo Hell’s Kitchen – Cozinha Sob Pressão

A competição comandada no Brasil pelo Chef Carlos Bertolazzi, um formato da iTV com produção da FremantleMedia, volta ao ar em horário nobre, no sábado, dia 31 de outubro, às 21h30, no SBT, com patrocínio da Friboi, Seara e Cacau Show.


Conheça os Chefs do Hell’s Kitchen – Cozinha Sob Pressão

A terceira temporada do Hell’s Kitchen – Cozinha Sob Pressão vem com muitas novidades e uma disputa ainda mais rigorosa entre os 16 profissionais que almejam ser o melhor cozinheiro profissional do País. “É uma felicidade muito grande estar aqui. Nem acredito que estou na coletiva da terceira temporada do Hell’s Kitchen. Lembro de quando tudo começou, de maneira rápida em minha vida, mas a gente foi construindo esse caminho junto com o pessoal do SBT. E hoje a gente está aqui fazendo, provavelmente, nas palavras do Pelégio (diretor de Planejamento Artístico e Criação do SBT), a temporada mais bonita de todas”, declarou Bertolazzi.

Para essa temporada, a atração ganha um cenário mais amplo, decoração remodelada e uma nova direção, agora sob comando de Adriana Cechetti, que também dirigiu o bem-sucedido Bake Off Brasil – Mão Na Massa no SBT. “É realmente um desafio ter de se adaptar a uma estrutura que já existe. Bem diferente de construir um formato desde o início. O que ajuda no caso do Hell’s Kitchen – Cozinha Sob Pressão é que ele já é um programa de sucesso e bem produzido. Neste caso, fica mais fácil”, confessa Adriana.

Hell’s Kitchen – Cozinha Sob Pressão Carlos Bertolazzi e Adriana Cechetti

Os telespectadores vão se deparar ainda com outra importante novidade: o nome original do reality show. “Nesta edição, apostamos no título original do formato que é um grande sucesso em diversos países, como EUA, Reino Unido, Itália, entre outros. A temporada também conta com um cenário mais espaçoso, para que os cozinheiros consigam desenvolver melhor suas habilidades. E a área de convivência está ainda maior”, diz Paula Cavalcanti, CEO da FremantleMedia.

A diretora Adriana Cechetti complementa: “O Hell’s Kitchen é um sucesso mundial há quase uma década, uma verdadeira grife dos realities de culinária. Foi uma decisão conjunta (SBT e FremantleMedia) assumir o nome original e conquistar ainda mais o público que já é fã do formato”.

Durante as 14 semanas em que o reality show será exibido, a audiência também irá se deparar com uma nova linguagem de captação de imagem, feita com equipamentos diferentes das duas temporadas anteriores.

E as novidades continuam, o Chef Carlos Bertolazzi terá a ajuda de dois novos subchefs: Zi Saldanha, produtor de grandes eventos gastronômicos, e Gilda Bley, que passou pelo renomado “The Culinary Institute of America – CIA” e é sócia de escola de gastronomia. Já o restaurante da atração amplia sua capacidade e passa a atender 50 pessoas, ante 40 da temporada passada.

A seleção dos competidores dessa temporada também foi ainda mais diversificada e surpreendente. Foram milhares de inscrições no site do SBT vindas de todo o Brasil e um amplo trabalho de seleção até a escolha dos 16 novos participantes. Com perfis diferentes, o reality show terá desde uma estrangeira até um casal.

Mais rigoroso e menos paciente, Bertolazzi estará mais sarcástico do que nunca na avaliação do desempenho dos 8 homens e 8 mulheres da competição. “Ele cuida do programa como se realmente estivéssemos no restaurante dele. Então, nada pode falhar, nem na cozinha, nem nos bastidores!”, revela Adriana Cechetti. O chef completa: “Eu me sinto cada vez mais dono dessa cozinha. Quanto mais familiarizado eu estou aqui dentro, mais eu sinto que este é o meu restaurante e mais autêntico e verdadeiro fica este programa”. Vidrado em redes sociais, Bertolazzi também continuará interagindo com os internautas durante a atração, como fez na temporada passada com o Twitter.

“Estamos entusiasmados com a nova temporada, que traz grandes marcas como parceiras. Na segunda edição, batemos recordes de audiência, de recall para os patrocinadores e estivemos entre os assuntos mais comentados do Twitter. Com isso, fortalecemos nossas parcerias com Friboi e Seara, e garantimos a participação da Cacau Show para essa temporada, três marcas que estarão inseridas de maneira orgânica ao conteúdo, com provas cheias de emoção. O formato está consolidado e o público pode esperar uma edição ainda mais surpreendente”, declara Glen Valente, diretor Comercial e de Marketing do SBT.

Para Fabiola Menezes de Paula, diretora de Marketing de Industrializados e Suínos da JBS Foods, “o patrocínio do Hell’s Kitchen – Cozinha Sob Pressão faz parte de estratégia de construção e fortalecimento da marca Seara, pois apresenta o portfólio de produtos e o compromisso da marca com a qualidade, e dá a oportunidade para os participantes mostrarem suas técnicas com muita criatividade e inovação. Ao longo das temporadas aprendemos junto com o SBT e a FremantleMedia como entreter ainda mais a audiência. Por isso, cada prova foi desenvolvida pensando nas habilidades técnicas, na versatilidade dos produtos Seara e na emoção de cada episódio do programa”.

Maria Eugenia Rocha, gerente de Marketing Executiva da JBS afirma que “a Friboi reforça a parceria com o Cozinha Sob Pressão, agora com o selo oficial do Hell’s Kitchen. Sabemos que aqui as nossas carnes são utilizadas com muita habilidade pelos competidores, que mostram para os telespectadores a melhor forma de utilizar cada corte com os melhores resultados. O público pode aprender, se inspirar e reproduzir as delícias apresentadas no programa, com a confiança de ter em casa uma carne com garantia de origem e controle de qualidade Friboi, a mesma utilizada pelos mais respeitados chefes de cozinha”, comenta.

Já para Monica Ogawa, gerente de Comunicação da Cacau Show, “este primeiro patrocínio ao programa Hell’s Kitchen – Cozinha Sob Pressão vai muito além das vinhetas ou comerciais. É uma excelente oportunidade de levarmos aos consumidores o conhecimento sobre o assunto chocolate: a Cacau Show é especialista desde o cultivo do cacau na fazenda até a venda em nossas lojas. Os telespectadores poderão conferir, em uma prova desafiadora, a nossa linha Bendito Cacao Origens, feita com as melhores matérias-primas, originárias de diferentes países do mundo, como: Peru, Brasil, São Tomé e Uganda. É, sem dúvida, mais uma grande chance de ativarmos nossa marca com um conteúdo rico e diferenciado”.