Após mudança na Globo, autora revela: “Estou trabalhando mais de 20 horas por dia”

Autores ainda não sabem qual será o desfecho de Velho Chico após morte de Montagner

A Globo, como sabido, resolveu adiar Sagrada Família, de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, e escalou Velho Chico para às 21h.

Autora da trama, Edmara Barbosa afirmou ao NTV que está trabalhando dobrado para fazer alterações na trama, antes prevista para a faixa das seis. “Estou trabalhando mais de 20 horas por dia. Uma coisa é uma novela estrear em agosto de 2016. Outra é ela mudar de horário e estrear seis meses antes. Estávamos em outro ritmo e tivemos de acelerar. Não estou reclamando, mas estamos correndo”, revelou.

A novelista diz que apostará numa novela tradicional e não sabe se a obra salvará o horário. Ela avaliou a crise da faixa: “Falta abordar mais a história do Brasil, mostrar o interior do país, saindo um pouco das metrópoles. Falar do Brasil rural. Tem de se discutir e estar antenado com a realidade, mas novela é ficção. Sua função é contar uma história, trazer mudança de pensamento, entreter, exibir as diversas paisagens de uma região”.


Ela revelou acreditar que o sucesso de O Rei do Gado tenha ajudado na promoção do folhetim. “Acredito que foi uma mudança positiva. [Velho Chico] É uma história densa. Fala de brigas de família, mortes. Se ela fosse ao ar às seis, teríamos de aliviar um pouco a mão. Também acredito que o fato de a segunda reprise de O Rei do Gado ter feito tanto sucesso tenha pesado na decisão”, concluiu.

DANADINHO -> A Fazenda 8 | Douglas diz que sonha com Rayanne pelada há três noites