Antes de Os Dez Mandamentos outras novelas ameaçaram a Globo


A novela da Record Os Dez Mandamentos tem tirado o sossego da Globo, a trama escrita por Vivian de Oliveira está em uma fase ascendente de audiência e já ameaça a liderança global. Nas últimas semanas, a novela bíblica ficou na cola da Globo, com médias entre 18 e 20 pontos e chegou a ultrapassar a novela A Regra do Jogo.

Veja: Os Dez Mandamentos vence A Regra do Jogo pela primeira vez

Mas esta não é a primeira vez que a Globo enfrenta esse tipo de situação. Em outras épocas, diferentes novelas também ameaçaram a liderança da Globo e fizeram a emissora carioca se mexer para não perder o primeiro lugar.


Pássaros Feridos

Passaros Feridos

Em 1985, o SBT comprou a minissérie norte-americana Pássaros Feridos, que contava o amor impossível entre uma jovem e um padre. O melodrama arrebatou os brasileiros e o canal de Silvio Santos explodiu em audiência marcando 47 pontos contra 27 da líder. A Globo chegou a a utilizar a tática de esticar a novela das oito, Roque Santeiro, para tentar barrar o sucesso da minissérie, mas não teve jeito. Pássaros Feridos só entrava no ar quando a trama da Globo se encerrava.

Pantanal

Pantanal

De autoria de Benedito Ruy Barbosa, Pantanal foi oferecida para a Globo, que não se interessou em produzi-la. O autor bateu na porta da extinta TV Manchete que, em 1990, encarou o desafio de gravar uma novela no Pantanal. Deu certo. A saga de Juma (Cristiana Oliveira) e Jove (Marcos Winter) conquistou o Brasil e bateu os programas que a Globo exibia na linha de shows. Destaque para as cenas de sexo e os banhos de rio de Cristiana Oliveira, Luciene Adami e Andrea Richa. Pantanal estreou com 13 pontos. O capítulo final, em 11 de dezembro, registrou impressionantes 41, contra 21 da Globo. Fechou com média de 34 pontos no Ibope da Grande São Paulo. O erotismo alavancava a trama. Logo na vinheta de abertura, a modelo Nani Venâncio desfilava pelada. Em 16 de maio de 1990, a nudez de Cristiana Oliveira, então com 26 anos, chegou a picos de 42 pontos.

Carrossel

carrossel

Exibida em 1991, a novelinha mexicana nunca ganhou da Globo, que exibia O Dono do Mundo, mas fez a audiência da rival cair consideravelmente. Acostumada a marcar mais de 50 pontos no Ibope, a emissora carioca viu a trama das oito bater os 41 pontos enquanto o enlatado mexicano atingia 21 pontos, um feito para a época.

Prova de Amor

Prova de Amor

Primeiro grande sucesso da retomada da teledramaturgia da Record, a novela de Tiago Santigo chegou a bater o Jornal Nacional no começo de 2006. A trama foi uma pedra no sapato da confusa Bang Bang, exibida às 19 horas pela Globo e que marcava a estreia de Fernanda Lima como protagonista. Em alguns capítulos, a novela chegou a empatar e vencer o Jornal Nacional, com picos de 28 pontos. Para quem não se lembra, Prova de Amor contava a história de Clarice (Lavínia Vlasak) que buscava a filha Nina, que havia sido roubada. Atualmente a novela é reprisada à tarde, na Record.

Vidas Opostas

Vidas-opostas

A audiência do desfecho de Prova de Amor foi superada meses depois pela trama protagonizada por Maytê Piragibe e Léo Rosa. Foram 25 pontos de média no último dia de exibição do enredo. Na ocasião, a Record se manteve por 44 minutos na liderança na Grande São Paulo. A trama venceu a Globo em outros momentos, principalmente às quartas-feiras, dia de exibição de jogos na rival.

Os Mutantes

os-mutantes

Também de autoria de Tiago Santiago, a novela era uma continuação de Caminhos do Coração e mostrava a saga dos mutantes, que eram perseguidos por serem considerados seres do mal. A estreia da trama bateu de frente como segundo capítulo de A Favorita e alcançou 24 pontos contra 34 da novela de João Emanuel Carneiro. O sucesso dos Mutantes foi motivo de desespero para a Globo.