“Eu abomino peitos e bundas na televisão” diz Silvia Abravanel no Raul Gil

Silvia Abravanel no Raul Gil

Raul Gil abre o programa deste sábado (15), às 14h15, com o quadro “Mini Parada”. Crianças e adolescentes cantam os cinco maiores sucessos da semana e o primeiro lugar comparece ao palco. Neste sábado, Projota celebra com a música vencedora “O Homem que não tinha nada”.

No quadro “Elas Querem Saber”, Thammy Miranda, Val Marchiori, Ciça Camargo e Sheila Mello não deixam escapar nada de Silvia Abravanel. A filha número dois de Silvio Santos e diretora do núcleo infantil do SBT conta como conheceu o marido, sobre a apresentação no programa Bom dia & Cia e como é a relação com as filhas.

Confira as melhores frases do quadro:


“Quando a gente é colocado numa situação assim, de supetão, acho que você encara mais fácil do que se preparado para aquilo. E foi o aconteceu comigo” (sobre apresentar o programa da noite pro dia)
“Demorei uns 3 dias para me dar conta que eu estava apresentando um programa ao vivo”
“Hoje estou gostando de ser apresentadora” (sobre a experiência que já teve no passado em apresentar)
“Eu amo criança e o programa é meu filhinho” (sobre o Bom dia & Cia)
“Como diretora já me consagrei e estou feliz”
“Para mim é mais difícil dirigir adulto”
“É uma mágoa minha. Não é do meu pai e nem da emissora. É minha” (sobre Gugu)
“Minha história de vida é com o Senor Abravanel e não com o Silvio Santos” (sobre ser filha de Silvio Santos)
“Minha filha especial me ensinou a ser um ser humano melhor. Sou muito grata às minhas filhas. Elas me ensinam que ainda existe amor”
“Sempre tivemos carinho uma pela outra. Ela é minha mãe, sempre me educou e estava ao meu lado em todos os momentos” (sobre a mãe de criação Íris)
“Meu pai abraçou a causa do Teleton, exatamente por causa da minha filha” (sobre a filha mais velha, que é especial)
“Nunca pensei em me envolver em política”
“Não era namoradeira. Fui ter o meu primeiro namorado aos 18 ou 19 anos”
“Eu sofro muito com isso. Eu sou uma pessoa muito do bem e quero todo mundo bem. Hoje eu me resumo a pouquíssimos amigos. Conto nos dedos os que tenho” (sobre as pessoas se aproximarem por interesse)
“Eu adoro a Patricia apresentando, ela cresceu muito. Foi uma aluna aplicada. Eu amo dirigir minha irmã no Roda a Roda” (sobre Patricia Abravanel)
“Eu abomino peitos e bundas na televisão. Gosto de filmes, desenhos e séries de conteúdo” (sobre o que gosta o que não gosta na tv)
“Gosto de ir ao cinema, ir pro sítio, ficar com minhas filhas e meu marido” (o que faz nas horas vagas)

Dando continuidade a quarta edição do quadro Mulheres que Brilham, Erikka, Claudio Zoli, Marcos Mioto, Negra Li e Pedro Mariano são os jurados que analisam mulheres cantoras de todo o Brasil. Nesta edição, Raul Gil faz uma competição com todas as meninas que foram finalistas nas três últimas temporadas do quadro. Na primeira etapa, a cada semana, oito meninas se apresentam no palco e apenas uma é eliminada. Ao final da disputa serão escolhidas quatro mulheres que mais brilharam durante a competição, formando o grupo DIVAS. Neste programa participam: Danielle Dias cantando “Locked out of Heaven”, Angélica Kerr com “You’re still the one”, Paula Bressan com “Lanterna dos Afogados”, Lilica Gomes com “Kiss me and Say Goodbye”, Ju Verardi cantando “Cê que Sabe”, Juh Batista com “Heaven” e Angélica Porto com “Memórias”.