Diretor vai fazer pegadinha ao vivo com Xuxa


Em entrevista ao UOL, o diretor Mariozinho Vaz falou sobre suas expectativas para a estreia do Programa Xuxa Meneghel, que acontece nesta segunda-feira (17), às 22h30, na Record.

“Estou tranquilo porque gosto e estou acostumado com pressão. Faz parte de quem trabalha na televisão, e o programa está bem legal, do jeito que toda a equipe imaginou lá atrás. Ainda existem coisas para acertar, mas isso vai acontecer com o tempo. Não tenho dúvida que começar do zero foi a minha maior dificuldade”, afirmou ele, que trocou a Globo pela Record para assumir o novo desafio da carreira de Xuxa.

Quanto às metas, Mariozinho revelou que almeja dois dígitos no Ibope e ficar em pelo menos em segundo lugar na audiência. “A disputa começa mesmo a partir do segundo e a gente vai brigar para manter a audiência acima da casa dos 10 e pela segunda posição com o SBT. Quero ser o segundo na audiência”.


Sobre o horário, “eu não tinha muita preferência pela quarta-feira ou segunda-feira. Não ligo muito se a concorrência é maior ou menor. Nos dias de hoje qualquer dia é brigado, mas eu confio muito no nosso taco”, confessou o diretor.

Por fim, Mariozinho Vaz adiantou um pouco como será o novo programa de Xuxa. “Não é talk show e nem um programa de variedades como as pessoas já tentaram rotular. Só no dia da estreia todo mundo vai ter uma ideia do que estamos fazendo. Vamos ter atrações no palco e externas. A Xuxa é a estrela maior, mas não necessariamente estará em todas as matérias ou quadros”, contou.

Entre as primeiras atrações, estão Alexandre Pires, astros da novela Os Dez Mandamentos e uma entrevista com Tom Cruise. Mariozinho prepara ainda uma surpresa para Xuxa, uma espécie de pegadinha ao vivo.

“Vamos ter um som de buzina que ela vai ouvir alertando de um erro. Esse erro vai ser assumido na hora e seja dela ou da equipe e possa ser um erro de português ou então uma falha técnica, Vamos assumir o erro no maior clima de descontração para quebrar o clima de que ao vivo não se pode errar”, revelou.