João Emanuel Carneiro está de volta com nova novela das 21h


Após paralisar o país com Avenida Brasil (2012) e A Favorita (2008), o autor João Emanuel Carneiro se tornou o queridinho dos telespectadores. Ele está de volta com A Regra do Jogo, que chega ao horário das 21h a partir de 31 de agosto, substituindo Babilônia.

Com parceria de Amora Mautner na direção-geral, a novela aborda a discussão entre o certo e o errado, o que é passível de punição ou não. O cenário é o Rio de Janeiro, “onde o conceito de psicopatia é bem fluído”, diz João Emanuel Carneiro.

Ainda fazendo suspense sobre o enredo, o dramaturgo revela um personagem, vivido por Alexandre Nero, “torto” que vive da falsa imagem bondosa que fazem dele. Em entrevista a colunista Cristina Padiglione do Estadão, João Emanuel Carneiro conta mais detalhes da narrativa.


A trama se desenrola entre o asfalto e a favela. “Inspirado no Vidigal, que eu criei esse Morro da Macaca, como foi o Divino, mas é diferente: é sobre a interseção do Rio de Janeiro. Por exemplo: tem um casal de classe média que não consegue mais pagar IPTU nem taxas condominiais, nem reforma da portaria, nem IPVA. Eles são da zona zul e vão morar na favela. Aqui acontece tudo. Muita gente de classe média vai morar na favela – atores, músicos, mas também médicos. É muito mais barato”, conta.

O casal fica por conta de Bruno Mazzeo e Monique Alfradique, um designer gráfico e uma arquiteta. Eles vão morar na favela em uma tentativa de fugir da rotina e viver uma vida louca, regada a bebedeiras e farras. “Esse casal é até um pouco o paradigma da história. A novela é um pouco sobre isso, esse momento que a gente está vivendo: a favela se aproximou muito da zona zul”, revela.

A baixa audiência de Babilônia gera grande expectativa para o novo trabalho de João Emanuel Carneiro, que está com o papel de “salvar” o horário nobre. Segundo ele, a concepção do título traz o limite de cada um arbitrar o que seria intolerável, o que seria imoral, o que seria mau-caratismo e como é isso no Rio de Janeiro. “Quem vai para o inferno e para o paraíso? Tem um lado um pouco Você Decide. O espectador vai arbitrar se a pessoa merece uma chance ou não”, explica.

O elenco é pequeno mas é um time de peso, que conta com grandes nomes como Susana Vieira, Tony Ramos, Marcos Caruso e Alexandre Nero, o protagonista.

A história tem como referência o romance russo, em que o limite é constantemente testado, também abrange o caráter das pessoas, o quanto elas podem ser sujas, assim como aconteceu em Avenida Brasil.