Ausência de Ricardo Boechat no Jornal da Band levanta suspeitas sobre punição

Ricardo Boechat

Ricardo Boechat está fora da bancada do Jornal da Band esta semana. A ausência do âncora levantou a suspeita de que ele poderia ter sido punido pela briga que teve com Silas Malafaia.

Para quem não sabe, Malafaia criticou Boechat pelo Twitter e o jornalista respondeu em seu programa ao vivo na BandNews FM.

“Ô, Malafaia, vai procurar uma rola, vai. Não me enche o saco. Você é um idiota, um paspalhão, um pilantra, tomador de grana de fiel, explorador da fé alheia. E agora vai querer me processar pelo que eu acabei de falar, porque é isso que você faz. Você gosta muito de palanque, e eu não vou te dar palanque porque você é um otário”, respondeu Boechat.


As declarações dadas por Ricardo Boechat criaram uma verdadeira guerra pública. Malafaia ameaçou conversar com Johnny Saad, presidente da Band – a quem se refere como “amigo”.  para tirar satisfações.

O pastor compra um horário na programação semanal da emissora e, na ocasião da briga, escreveu no Twitter: “Vou perguntar ao meu amigo Johnny, dono da Band, se a política do grupo é caluniar e difamar pessoas. Uma vergonha”.

Por conta disso, esta semana, quando Boechat ficou ausente do telejornal, especulações já se iniciaram afirmando que o jornalita havia sofrido retaliação e Malafai vencido a guerra.

Mas não é nada disso, Ricardo Boechat está em Buenos Aires nessa semana para participar do evento Argentina Debates, em que representa o Grupo Bandeirantes em uma palestra sobre a experiência com debates presidenciais no Brasil.

O Grupo Bandeirantes se pronunciou sobre o caso  e garante que a viagem já estava marcada antes do episódio e Boechat deve voltar ao comando de seus programas na TV e no rádio já na próxima sexta-feira (26). A empresa afirmou ainda que não houve qualquer tipo de retaliação ou mudança de rotina em consequência das opiniões defendidas pelo jornalista.