Jô Soares visita Dilma Rousseff e presidente promete retribuir visita


Jô Soares a Dilma

Agora melhores amigos, Jô Soares e Dilma Rousseff estão mais próximos do que nunca. Se antes ele criticava a presidente, inclusive debochando da utilização do termo presidenta, de algum tempo para cá o apresentador passou a elogiar Dilma e detonar os adversários da presidente, em seu programa na Globo.

Por conta desses elogios e defesas a Dilma, os dois estreitaram a relação e nessa segunda-feira (18) Jô Soares foi recebido por Dilma no Palácio do Planalto.


Durante o encontro de quase duas horas, Dilma disse a que, durante a década de 1970, quando o Brasil vivia sob uma ditadura e Dilma lutava ao lado dos movimentos de oposição ao regime, os programas humorísticos dos quais Jô Soares fazia parte, como “Faça Humor, Não Faça Guerra”, eram sua alegria.

“Eu me divertia muito com seu humor inteligente”, confidenciou a presidente.

Os dois conversaram sobre o livro “O homem que amava os cachorros”, do escritor cubano Leonardo Padura, que conta os últimos anos de vida do revolucionário russo Leon Trotski. A trilogia sobre Getúlio Vargas, de Lira Neto, também foi pauta do encontro definido como “informal” por auxiliares da presidente.

Receber Jô Soares não constava na agenda oficial da presidente e não rendeu entrevista ou nenhuma declaração oficial.

No entanto, ao final da conversa, Dilma prometeu ir em breve ao Programa do Jô, na TV Globo, para retribuir a visita.