David Letterman anuncia despedida da televisão


David Letterman announces that he will be retiring from the LATE SHOW with DAVID LETTERMAN on the broadcast tonight, Thursday, April 3 (11:35pm-12:37am, ET/PT) on the CBS Television Network. Photo: Jeffrey R. Staab/CBS ©2014 CBS Broadcasting Inc. All Rights Reserved

Uma era da televisão americana chega ao fim na próxima quarta-feira (20), David Letterman, um dos apresentadores pioneiros do formato “late-night shows”, anuncia o fim de sua carreira após 33 anos à frente deste tipo de programa.

David Letterman começou na NBC e desde 1993 se tornou uma marca da CBS e fez escola. Depois dele dezenas de novos apresentadores seguiram no mesmo estilo de programa. Conan O’Brien, Jimmy Kimmel e Jimmy Fallon são apenas alguns dos nomes, que se inspiram em Letterman na TV americana.


Mas o veterano rompeu fronteiras e em todo o mundo tem algum apresentador similar a ele. No Brasil Jô Soares foi o pioneiro, seguido por outros como Danilo Gentili.

O apresentador entrará para a história como um dos grandes renovadores do gênero e, ao mesmo tempo, como um dos comunicadores mais bem-sucedidos das últimas décadas. Com seu adeus, se completará a renovação da grade de programação noturna nos EUA, já dominada por rostos muito mais jovens.

O espaço foi, precisamente, o sonho inalcançável de David Letterman, que começou sua caminhada televisiva na emissora e que pretendia substituir o lendário Johnny Carson nesse programa.

Em 33 anos, com um programa diário, o apresentador teve tempo de sobra para deixar centenas de momentos memoráveis, desde o humor arruaceiro de seus primórdios até seu emocionante discurso após os atentados de 11 de setembro de 2001, quando foi o primeiro comediante a voltar ao ar.

David Letterman também viveu momentos difíceis, por exemplo, quando admitiu no ar ter mantido relações com uma assistente e com outras funcionárias para evitar uma tentativa de chantagem por parte de uma delas.

O comediante confessou então ter feito “coisas horríveis” e se transformou em alvo de muitas críticas, que no entanto não lhe impediram de continuar durante anos com seu programa.

Também não pôde com ele uma operação de coração no ano 2000, que lhe obrigou a ficar um mês afastado da televisão, mas da qual voltou com mais força do que nunca.

Para David Letterman, muito mais que aquela cirurgia, o verdadeiramente assustador chega agora, quando aos 68 anos porá fim a uma vida dedicada à televisão.

“Eu me sinto nu e assustado”, admitiu recentemente sobre a aposentadoria, após o que não tem ainda muito claro o que fará. “Duvido que alguém volte a me ver”, brincou.

Na CBS, David Letterman será substituído por Stephen Colbert. O último entrevistado será o primeiro convidado há 33 anos: o comediante Bill Murray, que fará sua 44ª aparição no programa.

Nesse dia, após duas décadas de ausência, a música será responsabilidade de Bob Dylan, à espera de um último episódio na quarta-feira do qual não foram dados muitos detalhes.

Entre os rumores se destaca o de uma possível aparição de Jay Leno, aquele que foi primeiro seu aprendiz e depois seu grande rival, ao qual Letterman sobreviveu nas telas, e que poria um clássico final feliz à carreira de um ícone americano.