SBT demite Luiz Carlos Prates


rp_Luiz-Carlos-Prates-1024x682.jpg

Autor de comentários polêmicos no telejornal SBT Meio Dia, da afiliada do canal de Silvio Santos, em Santa Catarina, o jornalista Luiz Carlos Prates foi demitido na última semana.

A demissão teria sido decidida por parte do SBT, depois que Luiz Carlos Prates se excedeu mais uma vez nas opiniões e falou barbaridades sobre a doença “depressão”.


O comentário de Luiz Carlos Prates, que é formado em Psicologia, foi ao ar no final do mês de março e se referia ao piloto Andreas Lubitz, considerado depressivo e responsável pelo acidente da Germanwings que matou 150 pessoas.

“Ele não tem que ser chorado. Ele tem que ser execrado. E que o demônio o receba de braços abertos. (…) O depressivo não tem que ser acarinhado, ele tem que ser duramente tocado nas suas verdades, porque ele é um covarde existencial. Nada de pena, mas até de desprezo, se for o caso”, disse Luiz Carlos Prates.

O comentário do jornalista foi amplamente criticado e rebatido pelas entidades ligadas a psicologia e psiquiatria e, essa situação, teria sido a gota d’água para o afastamento de Luiz Carlos Prates.

Carlos Joffre do Amaral Neto, vice-presidente do SBT Santa Catarina informou que a demissão foi uma decisão conjunta entre o jornalista e o canal de TV.

“Foi uma decisão amigável. A família Amaral tem um carinho, respeito e uma admiração muito grande pela pessoa do Prates. Mesmo tendo sido uma decisão conjunta, as portas continuam abertas para ambas as partes. Nossa empresa fez uma proposta para o jornalista continuar com os comentários em um outro formato, de compra de conteúdos do Prates”, revelou o executivo do SBT Santa Catarina.

Luiz Carlos Prates é muito conhecido na região sul do Brasil, onde atuou por 36 anos como âncora da RBS TV, afiliada da Globo. O estilo falastrão também teria sido o motivo da saída dele da RBS, em 2010, quando ele fez um comentário que relacionava o aumento dos acidentes de carro à popularização dos automóveis.