Ratinho prepara contra-ataque a Gugu


Ratinho

Desde que Gugu estreou nas noites da Record, a vida de Ratinho no SBT não tem sido nada fácil. A disputa entre os programas dos dois apresentadores é acirrada, com leve vantagem para Gugu. Por conta disso, Ratinho e SBT preparam uma série de novidades, que prometem deixar a briga ainda melhor.

Cerca de R$ 1 milhão está sendo investido no Programa do Ratinho, com essa grana toda, novos quadros foram adquiridos e uma reformulação total será feita. A previsão é que as novidades sejam lançadas já nesse mês de abril. Entre as novas atrações estão oito games shows e um quadro com artistas narrando dramas pessoais de suas vidas, chamado Aconteceu Comigo.


Em entrevista ao UOL, Ratinho falou sobre a disputa com Gugu pela audiência nas noites de terça, quarta e quinta-feira.

“O Gugu tem ganhado da gente nas quartas-feiras [no Ibope] por conta da mudança de horário, mas nas terças empatamos ou ganhamos de pouco, ou perdemos de pouco. Já nas quintas e sextas temos ganhado. [A chegada do concorrente] deu uma chance para gente se mexer. A Record acertou na grade de programação. É muito boa, direcionada para adultos e está bem feita”, analisou Ratinho.

Apesar do forte concorrente, Ratinho afrirma que prefere disputar com Gugu do que com novela, que tem um público fiel e raramente oscila na audiência.

“Disputar com o Gugu para mim, que sou apresentador e animador como ele, é melhor do que concorrer com uma novela. Se a novela ‘pega’ tenho mais dificuldades e acabo ficando em terceiro lugar. Como o programa dele é de variedades, hoje pode estar bem e amanhã não. Então, tenho mais chances”, completou.

O quadro Aconteceu Comigo, uma das apostas do Programa do Ratinho, foi uma sugestão de Moacyr Franco, que Ratinho achou muito interessante.

“O Moacir Franco que deu a ideia desse quadro e será um grande um mote que terei nas quartas”, disse o apresentador, confiante.

Ratinho contou ainda que vai manter os musicais, e não vai apelar para polêmicas e baixarias, mas vai diversificar as atrações, porque música já não atrai tanto o público como antigamente.

“Hoje, música na televisão é muito óbvio. Tem começo, meio e fim. O público é ávido por novidade, o óbvio não dá audiência. E baixaria não levanta audiência. Esse tempo já passou. Temos muitas desgraças na TV, não vou acrescentar mais uma”, afirmou Ratinho.

O apresentador e o SBT são sócios na produção do Programa do Ratinho, portanto, os investimentos serão feitos por ambos.

“Eu e o SBT somos sócios do horário, os dois têm que concordar com os gastos. Sempre sentamos e conversamos. Quando a gente vê que é muito caro não compramos. Vamos investir R$ 1 milhão até o fim do ano com novos quadros. Entre cenários, direitos autorais e prêmios. Mas acredito que vamos arrecadar muito mais do que isso”, afirmou.

Apesar do investimento alto, Ratinho acredita que o retorno em faturamento vai compensar. Ratinho atualmente recebe o investimento de 20 merchans, a maioria de marcas próprias, e divide três publicidades com o SBT.

O Programa do Ratinho atualmente tem dois intervalos comerciais com quatro propagandas. Com relação a isso, Ratinho aproveitou para cutucar a Record.

“O Gugu também leva vantagem porque não faz intervalos. Isso porque o dinheiro da Record vem do céu, não precisam de muito dinheiro”, criticou.

Além das novidades no conteúdo e visual do Programa do Ratinho, que vai ganhar cenário novo, a atração do SBT também teve uma leve alteração no horário, está entrando no ar mais tarde às 22h50, quando a novela na Globo já terminou.

Para encerrar a entrevista, Ratinho comenta ainda o fato dele não herdar o público de Chiquititas e Carrossel e segundo ele, isso atrapalha sua audiência, que poderia ser maior, caso fosse antecedido por um programa adulto.

“As mudanças já estavam planejadas. A chegada do Gugu veio justamente para confirmar o caminho que estamos seguindo, que é o do entretenimento. O único problema que temos é a mudança de público (o fato de não ter uma grade fixa). Isso prejudica o programa. Se eu pegasse a audiência de um programa adulto e não infantil, teria mais chances. O público de ‘Carrossel’ não é meu público. Eles vão dormir às 22h”, finaliza Ratinho.